11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Sociedade Inquérito revela que 50% do voluntariado foi suspenso. Situação piorou desde Janeiro

Inquérito revela que 50% do voluntariado foi suspenso. Situação piorou desde Janeiro

De acordo com a Confederação do Voluntariado, as instituições viraram-se para meios informáticos e telefonemas

- PUB -

A Confederação Portuguesa do Voluntariado (CPV), presidida pelo setubalense Eugénio Fonseca, divulgou números que traçam um perfil das acções que estão a ser desenvolvidas, sobretudo a favor de pessoas que estejam em confinamento ou que, devido à pandemia, tenham visto a sua vida alterada ou fragilizada.

Foi feito um questionário, ao qual responderam 54 instituições relacionadas com as confederadas na CPV, que entre si representam mais de 36 500 voluntários, de forma directa, e mais de 70 650 indirectamente.

Destas instituições, metade viu-se obrigada a suspender de forma parcial as actividades, “apostando mais em actividades que permitissem o apoio a meios informáticos ou contactos telefónicos, por grande parte dos seus voluntários pertencerem a grupos de risco à Covid-19”, lê-se num comunicado da CPV.

- PUB -

Entre quem conseguiu manter actividade, 32% realizaram acções mais viradas para o voluntariado de proximidade online para combate ao isolamento, tendo por bases de trabalho linhas de apoio social e psicossocial.

No que toca a angariação e distribuição de bens, incluindo refeições, tão necessárias em muitos pontos do país nesta altura, foram 18% das instituições inquiridas que o fizeram. Por outro lado, 21% dirigiram-se aos estudantes, através de actividades artísticas e de animação social, enquanto 4% se dedicaram ao “apoio à empregabilidade e actividade económica”.

Um quarto das instituições esteve activa na “prestação de cuidados de saúde, distribuição de medicamentos, apoio a zonas de acolhimento/quarentena, realização de testes e distribuição de EPIs”.

- PUB -

Diz a Confederação Portuguesa do Voluntariado que estas iniciativas chegaram a todos os distritos de Portugal continental e ainda às Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.
A CPV, que representa actualmente mais de 600 mil voluntários e voluntárias, promete actualizar estes números dentro de três meses, “tendo em conta a situação mais gravosa que se tem verificado, desde Janeiro último”.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -