30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioEmpresasPublireportagem. Ano de superação, marcado por muitas conquistas, deixa confiança para o...

Publireportagem. Ano de superação, marcado por muitas conquistas, deixa confiança para o futuro

Num ano atípico, devido à pandemia, a imobilária de Setúbal teve a capacidade de se adaptar e conseguir rápidas respostas às novas exigências

- PUB -

Com mais de 20 anos de actividade imobiliária C. Casas, já enfrentou diversas conjunturas de mercado adversas mas o cenário de 2020 “foi algo nunca anteriormente visto”, confessa a empresaria Paula Guerreiro.

“Foram tempos desafiantes para adaptar a empresa a todo um novo conjunto de procedimentos, a nível tecnológico e novos protocolos de segurança.
Foram criadas novas parcerias, fizemos uma aposta forte no mercado digital e criámos novos produtos para apostar no futuro do mercado imobiliário”. Por tudo isto, a gerente da C. Casas diz mesmo que “2020 foi o ano mais desafiante que tive enquanto empresária”.

A C.Casas Real Estate, “sempre inovou, e apresentou soluções e respostas
imediatas aos diversos desafios”, realça.

- PUB -

Quando a pandemia se instalou e as medidas de segurança e contenção do vírus foram implementadas o tecido empresarial foi atingido de forma brutal.
Paula Guerreiro lembra que “como em todas as actividades e todos os sectores económicos, foi necessário agir de imediato, sem plano, sem preparação.
Não se sabia como iria o mercado imobiliário reagir face a esta crise pandémica”.

A empresária conta que o que as pessoas mais queriam “era a minha opinião sobre o sector, o que iria acontecer. E a resposta, na fase inicial, era apenas aguardar, não havia sequer previsões. Desde o início a minha preocupação foi para com a responsabilidade social da empresa. A C. Casas foi das primeiras a fechar portas e a ficar em confinamento mesmo antes da obrigatoriedade imposta. Era a nossa responsabilidade de imediato”.
.
Depois, com a reabertura do mercado, e da sociedade em geral, o exercício da C. Casas em 2020 acabou por ficar “acima das expectativas”, revela Paula Guerreiro. Um resultado apenas possível, aponta a empresária “devido aos mais de 20 anos de mediação imobiliária. A nossa experiência, os nossos parceiros, o facto de sermos empresa consolidada em termos económicos fez a diferença”.

Para 2021, desvenda optimista, “já está a ser preparado, pois se o mercado mudou, toda a nossa estratégia comercial está a ser preparada tendo em conta essa nova realidade. Já foram reconhecidos e identificados os novos mercados, as lacunas existentes e como vai reagir”.
Na relação com o cliente a empresária assegura que o atendimento personalizado, o lado humano, que “é o nosso fio condutor desde sempre irá continuar uma das nossas principais prioridades”.

- PUB -

O próximo ano “vai desafiante para todos, ao nível pessoal, profissional e empresarial, mas temos a certeza que vamos crescer juntos, que vamos estar à altura dos desafios”.

Paula Guerreiro deixa, convicta, a garantia de que “a C.Casas vai continuar, como sempre a estar consigo, a desenvolver todos os esforços, a investir em recursos para lhe apresentar sempre as melhores oportunidades e soluções imobiliárias”

(+351) 936081580 / (+351) 265520790

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -