29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioSociedadeNovo livro sobre a história do bairro de Troino homenageia a cidade...

Novo livro sobre a história do bairro de Troino homenageia a cidade “operária e popular”

Publicação de Diogo Ferreira e João Pedro Santos foi apresentado sexta-feira na Mercearia Confiança do Troino

 

- PUB -

O novo livro “O Bairro de Troino – Contributos para a sua história”, de Diogo Ferreira e João Pedro Santos, foi apresentado na passada sexta-feira na Mercearia Confiança do Troino como uma “homenagem às gentes do Troino e à Setúbal operária e popular”, segundo afirmou o historiador e investigador Albérico Afonso Costa, tendo sido dedicado aos setubalenses que pretendem recuperar a história e as memórias da cidade.

A obra, que contribui para a compreensão da história do bairro de Troino desde os seus primórdios como arrabalde (terreno para lá das muralhas medievais) nos séculos XIII a XV e até cerca de 1950, “confirma e actualiza investigações feitas por autores e outras que já existiam e é importante porque traz elementos novos”, enalteceu o professor Albérico Afonso Costa perante uma plateia de mais de 70 pessoas. O livro, notou ainda o historiador, “conjuga uma investigação rigorosa com uma divulgação acessível” e, por isso, “não é um livro para académicos”, antes um documento acessível a todos.

Fotografia de Maria José Simas.

Diogo Ferreira realçou que um dos objectivos foi “dar um rosto às massas anónimas”, recuperando a memória de “figuras que infelizmente se esquecem”. Albérico Afonso Costa já o tinha precedido na ideia: “Este livro integra-se numa corrente historiográfica que corta com o paradigma da história oficial” que só versava sobre as elites da política. As profissões dos moradores, as gentes ligadas ao mar, o operariado da indústria conserveira, os calafates e carpinteiros navais, os pequenos comerciantes e a festa de Nossa Senhora da Arrábida são os aspectos abordados nesse âmbito. Entre eles, destaque para a homenagem feita por Diogo Ferreira ao bisavô Artur Santos, “um dos principais carpinteiros navais da primeira metade do século XX”.

Fotografia de Maria José Simas.
- PUB -

Sem a pretensão de propor uma versão fechada, os autores reconhecem que a origem do nome “é discutível”. “Há quem diga que Troino vem de “troína” (pequena Troia), por causa do desassoreamento das areias quando os pescadores vieram para Setúbal nos século XI e XII, de “trono”, o formato que uma pequena serra, ou de “trons”, cruzes do tempo das muralhas medievais que serviam para disparar um projéctil”, conta Diogo Ferreira.

A dimensão social e popular que “se mantém até hoje” na essência do bairro – conforme frisou João Pedro Santos – é abordada em linha com a evolução urbanística do bairro, que passou da condição de “marginalizado” a um “espaço excêntrico à Setúbal burguesa” da altura.

Já no capítulo acerca do património arquitectónico são elencados cerca de 20 monumentos e edifícios cuja história se funde com a do bairro. Eduardo Silva, filho de César Figueiredo da Silva – fundador da Mercearia Confiança do Troino em 1926 – foi quem encomendou a obra e assina o suplemento memorialístico “Nascer, sentir e olhar o Bairro de Troino até ao século XXI”. Francisco Borba, presidente da Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, disse tratar-se de uma “obra notável”, em linha com a opinião de Pedro Pina, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Setúbal, que considerou que “a história da cidade está bem entregue e tem futuro”.

Fotografia de Maria José Simas.
- PUB -

A obra, que tem chancela da LASA e da Estuário História e design da DDLX, conta com um vasto leque de imagens, em parte cedidas por António Cunha Bento, da Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão, e uma fotografia aérea que mostra o urbanismo do bairro. A capa é uma iconografia de 1889 com a muralha medieval vista da Avenida 22 de Dezembro, onde corria a ribeira do Livramento.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
André Rosa
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -