28 Novembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioSociedadeGNR ‘apanha’ campismo e caravanismo ilegal na orla costeira do distrito

GNR ‘apanha’ campismo e caravanismo ilegal na orla costeira do distrito

O Comando Territorial de Setúbal, através dos Núcleos de Protecção Ambiental, acabou de detectar 62 infracções numa operação de fiscalização a campismo e caravanismo ilegal. Esta acção, que decorreu na orla costeira do distrito de Setúbal, está enquadrada no âmbito da Operação “Verão Seguro 2020.

- PUB -

Das infracções detectadas, 58 resultaram de “caravanismo fora dos locais autorizados, puníveis com coima de 150 a 200 euros, e cinco por estacionamento indevido nas praias, dunas e arribas, puníveis com coima até 2 500 euros”, deu a saber, ontem, o comando através de comunicado.

Avança o Comando Territorial de Setúbal que o “campismo e caravanismo selvagem são um problema identificado, que constitui um factor de destruição de habitats, alguns deles protegidos”. Além disso, “representam uma ocupação ilegal, da qual resulta uma degradação dos locais utilizados, por deposição descontrolada de resíduos”.

A isto acrescenta que, no âmbito do actual contexto da pandemia, “é fundamental o cumprimento das regras relativas à circulação nos acessos à praia, evitando-se o cruzamento de pessoas, às instalações balneares e à ocupação do areal, de forma a respeitar o distanciamento físico recomendado”.

- PUB -

Na operação, que decorreu no domingo, estiveram empenhados militares dos Destacamentos Territoriais de Almada, Setúbal, Grândola, Santiago do Cacém e dos Destacamentos de Trânsito e Intervenção.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

“Tenho a vida completamente destruída”

Os relatos dos funcionários da Palvidas, que mesmo sem ordenados aparecem no trabalho por apreço aos doentes que transportam
- PUB -