1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeAzulejaria hispano-árabe exposta na Cripta Arqueológica de Alcácer do Sal

Azulejaria hispano-árabe exposta na Cripta Arqueológica de Alcácer do Sal

Um total de 11 peças de azulejaria hispano-árabe, pertencentes ao Museu Municipal Pedro Nunes, de Alcácer do Sal (Setúbal), está exposto na Cripta Arqueológica do castelo da cidade, até dia 30 deste mês, informou hoje a câmara.

- PUB -

A mostra, intitulada “À descoberta das reservas do Museu Municipal Pedro Nunes – A Azulejaria do Século XVI”, pode ser apreciada pelos visitantes entre terça-feira e domingo, das 09:30 às 13:00 e das 15:00 às 18:30, verificando-se a última entrada “sempre meia hora antes” do encerramento do espaço, indicou o município, em comunicado.

As 11 peças de azulejaria hispano-árabe que constituem a exposição integram três pequenos painéis ou são azulejos avulso, segundo a autarquia.

Chegado à Península Ibérica através da expansão islâmica, o azulejo teve a sua origem em “Valência, Sevilha e Marrocos”, que o exportaram para Portugal “durante os finais do século XIV, século XV e 1.ª metade do século XVI”, explicou a câmara.

- PUB -

“Entre os séculos XV e XVII, o azulejo revestia interiores de igrejas e palácios, tetos, claustros, salões, degraus, escadarias, bancos, fontanários e canteiros de jardim. Até meados do século XVIII as habitações particulares não utilizavam o azulejo a não ser em alguns registos nas frontarias, com a invocação de santos”, disse.

Após esta fase, acrescentou, “esses registos multiplicaram-se, facto atribuível à crença dos proprietários em como estas imagens protegiam as suas habitações”.

Na 2.ª metade do século XIX o uso do azulejo na fachada “tornou-se um dos elementos dinamizadores da arquitetura, concedendo um novo colorido à paisagem urbana”, e surgiu “como um fenómeno urbano”, pode ler-se no comunicado.

- PUB -

Escavada no subsolo do castelo e do antigo Convento de Aracoelli, atualmente transformado em pousada, a Cripta Arqueológica é hoje um dos marcos patrimoniais mais visitados do concelho de Alcácer do Sal.

O monumento “proporciona uma leitura diferenciada de 27 séculos de história que se entrecruzam no mesmo espaço subterrâneo”.

Lusa

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -