29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioSociedadeMédica dentista é a primeira portuguesa no comité científico de academia americana

Médica dentista é a primeira portuguesa no comité científico de academia americana

Montijense destaca-se na área da Medicina Dentária do Sono. Este ano já havia sido eleita para a academia europeia da especialidade

 

- PUB -

 

Foi contactada pela presidente da American Academy of Dental Sleep Medicine (AADSM), Nancy Addy, a 17 de Abril. Susana Falardo Ramos, directora da Clínica N. Sra. Da Atalaia, no Montijo, acabava de ser nomeada para o comité científico daquela instituição norte-americana.

A tomada de posse, face à pandemia, teve lugar a 29 de Maio, por plataforma digital. O mandato foi iniciado três dias depois e passou a ser a primeira médica dentista portuguesa a integrar, em simultâneo, os órgãos das academias europeia e americana da Medicina Dentária do Sono.

- PUB -

Que leitura lhe merece esta recente nomeação para a academia americana, depois de ter integrado a 18 de Janeiro o conselho científico da academia europeia (EADSM) da especialidade?

Desde que conclui a minha licenciatura em 1996, a formação contínua pós-graduada fez sempre parte do meu percurso académico e clinico. Ao longo dos anos, fui traçando objectivos, escolhendo novos caminhos e alcançando novas metas. A eleição para a EADSM e agora a nomeação da AADSM representam o reconhecimento de todo o meu percurso académico, dos sacrifícios económicos, pessoais e profissionais que tive de tomar.

Por outro lado, ao ser a primeira médica dentista portuguesa a integrar simultaneamente o Comité Científico destas duas academias coloca sobre os meus ombros uma responsabilidade acrescida, mas que não me intimida. Estou muito feliz e grata por este reconhecimento.

- PUB -

Concretamente, que funções vai desempenhar?

Ao contrário da EADSM, onde ocupo o cargo de “Principal Secretary”, na AADSM não existe atribuição de cargos, mas sim um programa que teremos de cumprir durante um ano de mandato. Os 14 membros internacionais, que constituem o comité, terão de decidir e promover: programas de investigação na área da Medicina Dentária do Sono (quer na formação de clínicos, quer na educação e promoção ao nível da Saúde Pública); recomendar à AADSM candidatos para o Prémio Anual de Investigação e o Prémio Pierre Robin, atribuídos no congresso anual. E seleccionar palestrante e temas a abordar para o Comité Organizador desse congresso da AADSM, além de recomendar tópicos para o NIH Practice-Based Research Network (o NIH é o Instituto Americano de Saúde Pública).

Esta área clínica trata os distúrbios respiratórios do sono. Quais os sintomas e as consequências?

A medicina dentária do sono trata não só os distúrbios respiratórios do sono. Os sintomas mais conhecidos são o Síndrome de Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono. Mas também trata os distúrbios de movimento, como o “Bruxismo do Sono”. Estas patologias afectam tanto adultos como crianças.

Nos adultos os sinais e sintomas são sono não reparador, cansaço ao despertar, alterações cognitivas e comportamentais (perda de memória, falta de concentração e irritabilidade), sonolência excessiva diurna e alterações metabólicas.

O “Bruxismo do Sono” pode surgir de forma isolada ou como mecanismo protector das apneias. Os sinais são desgastes de esmalte dentário, sensibilidade dentária, tensão muscular ao nível da face e pescoço, dores ao nível da articulação temporo-mandibular, podendo causar enxaquecas.

E nas crianças?

As manifestações são distintas das dos adultos, levando muitas vezes a um falso diagnóstico de Hiperactividade e Défice de Atenção. Os mais frequentes são ressonar, transpiração excessiva nocturna, dormir com a boca a aberta, dificuldade ao acordar, irritabilidade, enurese (fazer “xixi na cama”). Apresentam dificuldades comportamentais e de rendimento escolar, mastigam com a boca aberta e muito rápido ou muito lento.
O “Bruxismo do Sono” nas crianças também é muito comum e, além de se relacionar com as apneias, pode estar relacionado com a troca da dentição, comportamentos psico-sociais abusivos, como o “bullying”.

Como está implantada a medicina dentária do sono no nosso distrito?

Em Portugal, começa agora a dar os primeiros passos. Deveremos ser não mais de 10, os médicos dentistas dedicados a esta área. Com o título de “ Qualified Dentist”, pela academia europeia, somos neste momento quatro. Pela academia americana, sou a primeira. Julgo que, no Distrito de Setúbal, a Clinica Médico Dentária N. Sra. da Atalaia, onde colaboro com uma equipa médica e terapêutica multidisciplinar especializada na área, é a primeira a incorporar esta competência.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -