19 Maio 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioSociedadeBarreirense escreve a Guterres para que Nações Unidas criem carta da higienização

Barreirense escreve a Guterres para que Nações Unidas criem carta da higienização

“Da mesma forma que temos uma Carta dos Direitos Humanos devia haver uma com os deveres da higienização”, defende Cláudio Anaia

O nosso colaborador Cláudio Anaia, militante da Justiça e Direitos Humanos escreveu uma carta a António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas (ONU), a alertar para a necessidade de ser criada uma carta de direito internacional sobre os cuidados básicos de higiene.

- PUB -

“Nas minhas missões desenvolvidas na América do Sul (favelas do Brasil), em África (Cabo Verde) assim como na Europa, entre várias actividades de apoio a crianças e famílias, sentia sempre que poderia haver um documento orientador de âmbito mundial da parte da ONU sobre os cuidados básicos da Higiene.”, disse a O SETUBALENSE.

“Em estudos e conversas que tive com pessoas na área médica e científica, chegamos sempre à conclusão de que as pandemias que vivemos no século XX, uma das medidas básicas para a sua prevenção é a simples “lavagem das mãos com água e sabão”, explica.

Por isso decidiu escrever a António Guterres “com o objectivo de o sensibilizar, sobre a possibilidade de, assim como temos uma Carta dos Direitos Humanos, ser criada também, com o alto patrocínio das Nações Unidas, a ‘Carta dos deveres da Higienização’. Um documento básico e directo que contaria com o apoio na elaboração de todos aqueles que se quisessem associar a esta iniciativa”.

- PUB -

Segundo o barreirense, a missiva já foi entregue ao secretário-geral da ONU, por António Vitorino (líder da Organização Internacional das Migrações).

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -