26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioSociedadeCâmara de Setúbal isenta comércio fechado do pagamento de rendas e taxas...

Câmara de Setúbal isenta comércio fechado do pagamento de rendas e taxas durante estado de emergência

Executivo considera que a excepcionalidade da situação justifica a adopção de medidas também excepcionais

 

- PUB -

Os estabelecimentos comerciais que, durante a vigência do Estado de Emergência estão proibidos de exercerem actividades, vão ficar isentos do pagamento das rendas de concessão devidas à Câmara de Setúbal.

Esta decisão, aprovada na última reunião pública de Câmara, vem na sequência de proposta do Grupo de Trabalho do Plano de Contingência COVID-19 do município apresentada ao executivo e restante vereação. Esta isenção vai incidir também nas taxas de ocupação de via pública, respeitantes a esplanadas

“A Câmara Municipal de Setúbal considera que a excepcionalidade da situação justifica e impõe a adopção de medidas também excepcionais que contribuam para reduzir o impacte económico severo que está a afectar o país”, lê-se em comunicado da autarquia.
Com a adopção destas medidas, “o município procura dar um contributo e estímulo de apoio aos comerciantes locais, fortemente penalizados com esta pandemia e cujos rendimentos dependem directamente da sua actividade”, acrescenta o mesmo documento.

- PUB -

Deste modo, “aprovou a Câmara Municipal de Setúbal, ao abrigo do Regime Jurídico das Autarquias Locais, isentar o pagamento de rendas de concessão devidas ao município, relativamente a estabelecimentos que estejam proibidos de exercer actividade comercial”.
Esta isenção das rendas “aplica-se ao período entre 1 de Março e até ao final do mês seguinte aquele em que se verifique o termo do Estado de Emergência, instituído no dia 18 de Março pelo Presidente da República e prorrogado pelo mesmo, no dia 2 de Abril.

A autarquia submeteu, igualmente, à Assembleia Municipal a deliberação “da isenção do pagamento das taxas de ocupação de via pública, respeitantes a esplanadas”, durante o mesmo período de vigência do Estado de Emergência, e “sem prejuízo de ser suspensa desde já a respectiva liquidação e cobrança”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -