3 Fevereiro 2023, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeExposição de Vítor Gaspar mostra “estendal de memórias”

Exposição de Vítor Gaspar mostra “estendal de memórias”

 Alfaiate de Setúbal teve loja aberta em Setúbal durante décadas. Dezenas de pessoas participaram na inauguração da exposição “O Alfaiate – uma coleção de Vítor Gaspar”, que se assume como um estendal de memórias

 

- PUB -

O alfaiate Vítor Gaspar nasceu há 86 anos em Setúbal, onde teve uma das mais conceituadas alfaiatarias, que ainda hoje é lembrada na cidade que o viu nascer.
O presidente da Câmara de Palmela destacou a importância da exposição de Vítor Gaspar que “é o primeiro acto desta natureza deste ano civil”, porque “estas coisas do património e cultura são muito importantes para o município de Palmela”.

Álvaro Amaro sublinhou que “foi muito relevante esta profissão a nível social e temos o privilégio de começar o ano com o uso fruto destas vivências” e “esta exposição é muito importante para os seniores mais activos com um espaço de reflexão e trabalho que nos pode ajudar a ter outra visão do futuro”.

Para o alfaiate protagonista da exposição “esta representa um desfilar de memórias”.
A exposição irá estar até dia 28 de Fevereiro, no Auditório Municipal do Pinhal Novo, onde os visitantes podem ficar a saber mais sobre a arte da alfaiataria.

- PUB -

No currículo de Vítor Gaspar pode ler-se que “foi a profissão da mãe, costureira, que o fez ganhar o gosto pelo ofício” e “em criança trabalhou como aprendiz em várias alfaiatarias de Lisboa”. Depois de ter frequentado a Academia Maguidal abriu a Alfaiataria Vítor Gaspar conhecida como uma das melhores em 1958, na cidade de Setúbal. Vítor Gaspar mantém viva a arte da alfaiataria através de exposições, do livro que publicou em 2019, das palestras que dá em escolas, e com a criação através da pintura da colecção “O Alfaiate através do tempo”, constituída por mais de 20 telas, onde retrata a evolução da profissão.

Na exposição estão alguns instrumentos de trabalho que Vítor Gaspar utilizava no seu dia-a-dia (tesoura, linha de alinhavar, livro de medidas, entre outros), tecidos, fatos que confecionou e fotos que retratam momentos importantes da sua vida.

Comentários

Fátima Brinca
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -