12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioRegionalSETÚBAL: Município e Politécnico unem-se para promover ciclo de conferências

SETÚBAL: Município e Politécnico unem-se para promover ciclo de conferências

Primeira conferência, já no próximo dia 7, é sobre a Humanidade, com o sociólogo Paulo Pedroso, o economista Rogério Roque Amaro, e o coordenador da Plataforma de Apoio aos Refugiados, Rui Marques

- PUB -

 

A Câmara Municipal de Setúbal e o Instituto Politécnico de Setúbal assinaram na passada quarta-feira, na Casa da Cultura, um protocolo de cooperação para a concretização do Projecto Grallha, com a primeira conferência desta iniciativa marcada já para o próximo dia 7 de Junho.

O Projecto Gralha consiste num ciclo de debates públicos sobre questões de natureza sociocultural de modo a promover a reflexão, aberta à participação da comunidade académica e do público em geral. Cada reflexão promove o debate de um tema específico e conta com participação de personalidades de reconhecido mérito nessa área.

- PUB -

“Hoje formalizamos uma parceira para a realização de uma iniciativa comum que tem o objectivo, a curto, mas também a médio prazo, de enriquecer cultural, social e cientificamente os alunos e professores do IPS e todos os setubalenses, aproximando ainda mais o IPS do concelho e Setúbal do seu Politécnico”, destacou Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal, após a assinatura do documento.

O acordo estabelecido também traz vantagens para o Instituto Politécnico de Setúbal, de acordo com o presidente desta instituição de ensino, Pedro Dominguinhos: “É crucial para nós e um desafio para ambos, na medida em que temos de encontrar outros projectos que tragam mais estudantes para o centro da cidade.”

 

- PUB -

Sete encontros já previstos

O projecto já tem programado um ciclo de sete encontros que têm o mote “O Resto, O Sobrante…”, e que vão decorrer em 2017 e 2018.

A primeira conferência está prevista para o dia 7 de Junho, no auditório da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal, às 17h30. Sob o tema “O Resto, O Sobrante… da Humanidade”, o painel conta com a presença do sociólogo Paulo Pedroso, do economista Rogério Roque Amaro e de Rui Marques, coordenador da Plataforma de Apoio aos Refugiados.

O ciclo prossegue a 20 de Setembro, com a temática artística em debate no encontro “O Resto, O Sobrante… da Arte – as aparas do processo criativo”, a realizar no Bairro da Bela Vista.

O último encontro de 2017 é a 15 de Dezembro, no Cinema Charlot – Auditório Municipal, dedicado à economia, com “O Resto, O Sobrante… do Orçamento”.

Em 2018 estão programados mais quatro encontros, em torno das ciências e filosofia, da temática das palavras e do jornalismo, do ambiente e do papel das cidades actuais.

Todas as actividades são desenvolvidas em estreita colaboração entre a Câmara Municipal e o Instituto Politécnico de Setúbal, sendo que a autarquia contribui com um apoio financeiro para pagamento de despesas associadas à organização dos encontros, no valor de 3600 euros.

O protocolo assinado na passada quarta-feira pode ser renovado, tendo em conta a avaliação a ser feita pelas duas entidades no final da série de encontros do Projecto Gralha, em Setembro de 2018.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -