28 Novembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioPolíticaMetade das concelhias do PS no distrito vão mudar de liderança

Metade das concelhias do PS no distrito vão mudar de liderança

Eleições a 7 de Outubro. Novos líderes em Setúbal, Moita, Alcochete, Barreiro, Palmela e Seixal. Sesimbra e S. Cacém jogam-se “a duas mãos”

 

- PUB -

As eleições internas do Partido Socialista (PS) para escolha das lideranças das estruturas locais e distritais do partido estão marcadas para 7 de Outubro e Novembro, respectivamente. Se na Federação Distrital de Setúbal é mais do que esperada a reeleição de António Mendonça Mendes, nas comissões políticas concelhias a história é outra, já que é certa a mudança de, pelo menos, seis presidências (Setúbal, Moita, Alcochete, Barreiro, Palmela e Seixal). Além disso, em duas das estruturas locais (Sesimbra e Santiago do Cacém) perspectivam-se “lutas” a dois (leia-se, com duas candidaturas cada).

Da concelhia de Setúbal está de saída Paulo Lopes – por limitação de mandatos – e Fernando José, actual vereador na autarquia local e deputado eleito à Assembleia da República, anunciou que vai avançar para a liderança do órgão, com uma candidatura que deverá ser única face ao alargado consenso que reúne. E que conta, desde logo, com o apoio de Paulo Lopes, conforme o ainda presidente da comissão política socialista assumiu em entrevista a O SETUBALENSE publicada na edição de segunda-feira passada.

Cenário idêntico acontece no Barreiro, com a saída de André Pinotes Batista da liderança da concelhia. O SETUBALENSE apurou que a votos irá apresentar-se também apenas uma candidatura, encabeçada por Rui Pereira.

- PUB -

Na Moita, Carlos Albino, eleito presidente da Câmara Municipal nas últimas autárquicas – conquistando, pela primeira vez, o poder para o PS naquele concelho –, vai deixar a presidência da estrutura local do partido. Também aqui, sabe O SETUBALENSE, se perfila uma única candidatura ao órgão, liderada por Nuno Vitório, actual chefe de gabinete de Carlos Albino na autarquia.

De despedida, mas da liderança da concelhia de Palmela, também por limitação de mandatos, está Raul Cristóvão. Ricardo Marques, que segue na linha do actual presidente, é a hipótese mais forte admitida nos corredores da estrutura local para encabeçar uma lista única e assumir a sucessão.

Para o Seixal também está reservada mudança na liderança, uma vez que o apoio em torno de Samuel Cruz, que irá candidatar-se ao lugar até agora ocupado por Marco Teles Fernandes, é agregador. Esta deverá ser a única lista a ir a votos.

- PUB -

Em Alcochete, a continuidade de Fernando Pinto, presidente da Câmara Municipal, à frente dos destinos da concelhia está praticamente descartada. Porém, a decisão de uma não recandidatura por parte do socialista – responsável pelo maior resultado autárquico de sempre de uma força política naquele concelho – não está definitivamente tomada, apurou ainda O SETUBALENSE.

Dadas como muito possíveis, por fontes bem colocadas no interior do PS, são as disputas a duas listas nas eleições para as presidências das concelhias de Sesimbra e Santiago do Cacém. Para a estrutura local, daquele concelho do litoral alentejano, devem avançar duas candidaturas: uma afecta a Susana Pádua, actual presidente do órgão, e outra encabeçada por Rodrigo Charrua. E para Sesimbra, Nelson Pólvora, actual presidente da concelhia, vai enfrentar uma lista encabeçada por Miguel Bastos.

Nas restantes cinco concelhias – Alcácer do Sal, Almada, Grândola, Montijo e Sines – as lideranças devem manter-se (ver caixa).

Cinco Presidências sem alterações à vista

São cinco, de um total de 13, as concelhias socialistas no distrito que, logo à partida, vão continuar sem alterações na liderança, previstas que estão candidaturas únicas por parte dos actuais presidentes. Para a estrutura de Almada, Ivan Gonçalves, deputado parlamentar, anunciou esta quarta-feira a recandidatura ao órgão. Em Montijo, Nuno Canta – presidente da Câmara Municipal – vai avançar para um último mandato consecutivo à frente da comissão política. Para Alcácer do Sal, Grândola e Sines são esperadas, respectivamente, as candidaturas de Rui Damião, Pedro Ruas e Carlos Salvador.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

“Tenho a vida completamente destruída”

Os relatos dos funcionários da Palvidas, que mesmo sem ordenados aparecem no trabalho por apreço aos doentes que transportam
- PUB -