20 Maio 2024, Segunda-feira

- PUB -
“O Senhor é um alarve de um mentiroso”

“O Senhor é um alarve de um mentiroso”

“O Senhor é um alarve de um mentiroso”

Na reunião da Câmara Municipal de Montijo (CMM), de 06/09/2023, o jornal O SETUBALENSE apresenta-nos um relato síntese do que se passou nessa reunião e quem tiver a oportunidade de ver e ouvir a gravação compreenderá o nível de degradação que o funcionamento deste órgão atingiu.
Ficamos a saber que o presidente da CMM e os outros vereadores “mimaram” o vereador da oposição João Afonso, do PSD, e, em face dos “mimos” que lhe dirigiram, quero deixar algumas perplexidades e enigmas como interrogações:
– Quais os vídeos apresentados pelo vereador João Afonso e questões a eles inerentes não são verdadeiros?
– As associações a que o vereador se tem vindo a referir ao longo dos anos, tinham ou não apresentado as contas sobre os dinheiros públicos que receberam e recebem para organizar as diversas festividades desportivas e culturais, como o Carnaval e as Festas Populares de S. Pedro? Já as apresentaram?
– A chefia da CMM do pelouro da Cultura pediu ou não a exoneração? Quais os verdadeiros motivos?
– As chefias da CMM e outros trabalhadores são ou não desautorizados sistematicamente pelo presidente da CMM e pelos vereadores com pelouros? (A perceção e o que corre é que ninguém se entende: uns dizem uma coisa, outros dizem outra e depois fazem outra, enfim uma balbúrdia).
– Ao presidente da CMM compete dirigir a reunião, dar ou retirar a palavra; faz algum sentido que ele diga e deixe dizer as maiores ofensas pessoais e profissionais sobre um vereador, seja do poder ou da oposição?
– João Afonso, enquanto vereador da oposição, critica publicamente a ação e omissão da gestão do PS. E os outros autarcas da oposição (CDU), afinal qual é o seu papel?
De facto, é caso para dizer que a CMM está um cadáver político!
João Afonso é vereador do PSD, faz o seu trabalho político e o seu papel enquanto membro da CMM na oposição, exerce a sua profissão de advogado, é trabalhador, pessoa honesta, não vive da política, mas exerce-a desde muito jovem. Gosta da sua terra, Montijo! Tem a ambição legítima de vir a ser presidente da Câmara porque, na sua visão e perspetiva de futuro, o Montijo necessita de uma mudança para melhor, considerando o executivo PS politicamente mau e incompetente, justificando as suas afirmações.
É um direito que lhe assiste em consequência dos votos dos eleitores que o elegeram!
Tenho para mim, que, se no anterior mandato, as reuniões de Câmara fossem transmitidas on line, como João Afonso e a CDU então defenderam e o Executivo sempre recusou, o presidente de Câmara hoje seria outro, pois conforme Miguel Torga afirma “O mal de quem apaga as estrelas é não se lembrar de que não é com candeias que se ilumina a vida”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -