3 Fevereiro 2023, Sexta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoPENSAR SETÚBAL: As analogias entre Pedro Pichardo e meu Pai

PENSAR SETÚBAL: As analogias entre Pedro Pichardo e meu Pai

Principalmente após a 2ª Guerra Mundial, decorrente da generalização e de uma melhoria acentuada nos transportes, acompanhada também de uma progressiva evolução nas mentalidades e consequentemente nos paradigmas, as pessoas circulam cada vez mais neste nosso complexo, mas fascinante mundo.

- PUB -

O contacto e o convívio entre gentes diversas, muitas provenientes de locais remotos, com formas diferente de pensar e de sentir, deve constituir sempre um factor de enriquecimento nos tecidos sócio/político/culturais dos diversos países.

Penso que a Democracia e a Liberdade só podem sair reforçadas com todas estas movimentações.

Num ano anterior, fui professor de uma turma que lhe chamava a “turma arco-íris”. Portugueses, ucranianos, chineses, brasileiros, moldavos, russos, cabo-verdianos, angolanos. Foi uma experiência extremamente enriquecedora.

- PUB -

Nas escolas devemos promover a multiculturalidade como factor de Liberdade.

Quando vejo Pedro Pichardo, lembro-me logo de meu Pai. italiano dos quatro costados, siciliano, proveniente de Catania, entre sopé do vulcão Etna e o mediterrâneo.

Foi o mar que o trouxe e a paixão que o fez ficar por aqui.

- PUB -

Na religião católica existe uma trilogia de montes, localizados actualmente entre o Egipto e Israel, tal como o Monte Sinai, o Monte Sião e o Monte Carmelo. Foi este último nome que os pais lhe atribuíram.

Carmelo. Carmelo Licciardello.

O facto de ser bilingue, de ter sempre presente as duas culturas portuguesas e italianas, constituiu sempre um factor de enriquecimento, quer de cultura, quer de percepção.

O que me leva a Pedro Pichardo, recente campeão europeu do triplo salto.

Pedro Pablo Pichardo nasceu em Santiago de Cuba, em Cuba em 1993. Mais tarde, mudou-se para a capital, Havana por falta de condições para treinar em Santiago e ia com o seu pai e treinador, Jorge Pichardo, de comboio para as competições com a ajuda de amigos que lhes emprestavam dinheiro.

Em 2017, durante um estágio em Estugarda, conseguiu escapar à vigilância dos agentes da segurança do Estado cubano que se encontram sempre presentes nas deslocações ao estrangeiro, motivo pelo qual está proibido de entrar em Cuba.

Antes disso, o atleta já tinha tido vários problemas com a federação cubana. Em 2014 impediram-no de continuar a trabalhar com o pai, tendo sido castigado por um período de um ano.

O pai treinava o filho às escondidas, tendo sido posteriormente impedido de continuar a exercer a profissão de treinador.

Portugal tem procurado ser um país de grande tradição humanista. Numa primeira fase, fomos um país de emigrantes, para o Brasil e Europa, principalmente França.

Hoje somos também um país de acolhimento de pessoas que procuram o nosso país para viverem.

São muito bem-vindos, todos aqueles que vierem por bem.

 

 

Lembro-me perfeitamente de ver meu Pai, italiano de gema, levantar-se do seu lugar no estádio, ao meu lado, e aplaudir com entusiasmo os três golos que o Vitória marcou à Fiorentina e os dois golos ao Inter de Milão.

Recordo-o com muita, muita saudade e emoção. Não viveu para que a sua presença fosse notada, mas para que a sua ausência fosse sentida.

Tudo isto vem provar que, tal como para se ser setubalense genuíno não é necessário ter nascido em Setúbal, também para se ser verdadeiramente português não é imperioso ter nascido em terras lusas.

Pedro Pablo Pichardo que treina em Setúbal e vive no Pinhal Novo conquistou a medalha de ouro nos Europeus multidesportos, em Munique, na Alemanha, juntando assim este título europeu ao olímpico e ao mundial, sagrando-se campeão da Europa do triplo salto ao ‘voar’ 17,50 metros.

Mais importante que tudo, ganhou o nosso respeito, afecto e carinho. E isso vale mais que qualquer medalha.

Caro Pedro. Gosto muito de o ver cantar o hino de Portugal com Alma.

Muitos parabéns e muitas felicidades.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -