30 Novembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioOpiniãoDepois de aprovada a proposta do PCP, exigimos a concretização da ampliação...

Depois de aprovada a proposta do PCP, exigimos a concretização da ampliação do Hospital em Setúbal

Iremos exigir que o Governo cumpra a norma aprovada no Orçamento do Estado para 2021 por proposta do PCP, que prevê a transferência de 17,2 milhões de euros para o Centro Hospitalar de Setúbal, destinados à ampliação do Hospital de São Bernardo.

- PUB -

Apesar de a ampliação do Hospital de São Bernardo com a construção de um novo edifício, integrar o Plano de Investimentos na Área da Saúde, aprovado em 2019, o Orçamento do Estado para 2020 não previa nenhuma verba que permitisse o lançamento do concurso público para a empreitada e o Governo e o PS preparavam-se para seguir o mesmo caminho no Orçamento de Estado para 2021, não fosse a intervenção do PCP.

O Relatório do Orçamento do Estado para 2021 refere-se ao investimento no Hospital de São Bernardo como estando em curso, quando basta uma deslocação ao local para constatar que não há qualquer obra em curso. Por responsabilidade do Governo, o processo ficou parado em 2020 porque este não honrou o compromisso assumido e não orçamentou as verbas, o que impediu o lançamento do procedimento concursal para a empreitada.

A intervenção e proposta do PCP foi determinante na criação das condições para que o processo de construção do novo edifício do Hospital de São Bernardo avance, permitindo assim a reorganização dos espaços e novas instalações para vários serviços, em particular novas instalações para o serviço de urgências. Foi a intervenção do PCP que possibilitou que o Orçamento do Estado para 2021 disponha dos instrumentos que permitem a transferência das verbas para o Centro Hospitalar de Setúbal, para a concretização deste importante investimento, que irá proporcionar melhores cuidados de saúde às populações dos concelhos de Setúbal, Sesimbra e Palmela, mas também para às populações do Litoral Alentejano que recorrem ao Hospital de São Bernardo para determinadas especialidades.

- PUB -

O Centro Hospitalar de Setúbal enfrenta um sério problema no plano financeiro, dado que a sua classificação não reconhece o seu nível de diferenciação, o que tem impedido o adequado investimento, seja em infraestruturas, seja no reforço do número de profissionais de saúde, o que pode vir a colocar em causa a continuidade das suas valências. Segundo os profissionais de saúde, há o risco de o Centro Hospitalar de Setúbal perder valências, devido à falta de profissionais de saúde, nomeadamente de médicos especialistas e devido às limitações decorrentes das atuais instalações. Por tudo isto, a ampliação do Hospital de São Bernardo assume uma importância estratégica.

Iremos acompanhar o processo e exigiremos que o Governo cumpra o que foi aprovado no Orçamento do Estado para 2021. Sabemos como a ampliação do Hospital de São Bernardo é relevante para assegurar a valorização desta unidade hospitalar.

 

Comentários

Paula Santos
Deputada do PCP
- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -