20 Maio 2024, Segunda-feira

- PUB -
Vila lembra travessia projectada por conterrâneo

Vila lembra travessia projectada por conterrâneo

Vila lembra travessia projectada por conterrâneo

Museu do Ar, em Sintra, recebeu sessão oficial de abertura das comemorações

 

O concelho odemirense está a celebrar o centenário da primeira viagem aérea Portugal – Macau em programa de comemorações que se estende até Setembro, mas que começou no dia 7. A expedição foi planeada por Sarmento de Beires, Manuel Gouveia e Brito Paes, este último oriundo de Odemira.

- PUB -

Na semana passada decorreu a sessão oficial de abertura das comemorações no Museu do Ar, em Sintra, ao que se seguiu um momento de homenagem em Vila Nova de Milfontes.

Na primeira das iniciativas Lourenço Henriques-Mateus, da direcção histórico-cultural da Força Aérea, foi responsável por um enquadramento histórico ao qual se seguiu a apresentação do livro “De Portugal a Macau – A Viagem do Pátria” e a inauguração da exposição “Portugal na aventura de voar. Centenário da

Viagem aérea de Portugal a Macau (1924-2024)”. Também os Correios de Portugal (CTT) participaram nas comemorações com a oferta de um postal completo de correios alusivo ao tema.

- PUB -

“Partindo a 7 de Abril, os aviadores viveram momentos de elevado risco, como o da aterragem de emergência na Índia, que danificou definitivamente o avião e obrigou à aquisição de um novo aparelho, igualmente custeado pelo povo português. Os aviadores percorreram um total de 16.760 km em 25 etapas, até aterrarem a 20 de Junho em Shum-Chum, na China, após terem sobrevoado Macau, onde não conseguiram aterrar devido a um ciclone”, conta a Câmara Municipal de Odemira no site oficial onde pode também ser consultado um arquivo fotográfico de vários momentos históricos do Centenário da 1.ª viagem aérea Portugal – Macau.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -