23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Jardim das Descobertas já tem obras de reabilitação em curso

Jardim das Descobertas já tem obras de reabilitação em curso

Jardim das Descobertas já tem obras de reabilitação em curso

Intervenção inicial abrange bolsa de estacionamento, passeio, espaço sénior e alinhamento arbóreo numa parcela a sul

Já arrancou a primeira fase da empreitada de reabilitação do Jardim das Descobertas, que visa “resolver os conflitos existentes entre percurso pedonal, arborização e estacionamento”, divulgou a Câmara Municipal de Sines, na última sexta-feira.

Os trabalhos referentes a esta fase da obra incidem, de acordo com a autarquia, numa “faixa a sul, com cerca de 2 475 metros quadrados, que engloba a bolsa de estacionamento, o passeio adjacente à Avenida General Humberto Delgado, o espaço sénior, os dois canteiros a sul e o alinhamento arbóreo de tipuanas”.

- PUB -

A intervenção vai permitir “regularizar a superfície de passeio e estacionamento, proporcionando mais espaço para a integração das raízes superficiais nas caldeiras de árvore”. É que, actualmente, a superfície pavimentada “encontra-se bastante degradada”, face ao “desenvolvimento de raízes superficiais” quer na zona de parqueamento automóvel quer ao longo do passeio adjacente à Avenida General Humberto Delgado, o que “compromete” não só “a acessibilidade pedonal” como também “a segurança”.

A reabilitação global representa um investimento na ordem dos 125 mil e 500 euros. Mas beneficia de financiamento comunitário. “A operação tem um investimento elegível de 80.825,64 € e uma despesa pública de 64.660,51 €, co-financiada à taxa de 85% no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2014-2020 / LEADER / Portugal 2020, com fundos FEADER / União Europeia, o que se traduz numa contribuição comunitária de 54.961,43 €”, indica o município, na mesma publicação.

“Depois de concluída a obra, o espaço reabilitado será um local de convívio de valor paisagístico e cariz sócio-cultural, estando disponível quer para a população em geral quer para públicos com necessidades especiais (nomeadamente o sénior) e turistas, com condições de sustentabilidade, fácil acessibilidade pedonal e manutenção”, frisa a autarquia, a finalizar.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -