9 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Teresa Morais defende igualdade de género e direitos humanos

Teresa Morais defende igualdade de género e direitos humanos

Teresa Morais defende igualdade de género e direitos humanos

Desigualdades salariais, tráfico de seres humanos e não discriminação foram temas analisados em encontro com jovens

 

Teresa Morais, cabeça de lista da Aliança Democrática (AD), pelo círculo eleitoral de Setúbal, esteve com jovens da cidade e defendeu que os desafios na área da igualdade, nos próximos anos, “são muitos”, quer na “igualdade entre homens e mulheres”, quer na área da “igualdade em geral” e da “não discriminação”.

Numa conversa promovida pela JSD de Setúbal, com jovens da cidade do Sado, Teresa Morais foi questionada sobre o principal desafio na defesa da igualdade de género e apontou as suas várias dimensões, desde as “desigualdades salariais entre homens e mulheres, o combate ao tráfico de seres humanos, até aos direitos humanos e de não discriminação”.

Relativamente à igualdade entre homens e mulheres, “a questão salarial é crucial”, defendeu a candidata, referindo-se às “diferenças salariais” entre homens e mulheres para idênticas funções.

“Todos os anos se assinala o dia da desigualdade salarial precisamente para mostrar que a diferença ainda é tanta que é como se as mulheres tivessem de trabalhar de borla desde o primeiro dia do ano até aquele dia em que se assinala o dia da desigualdade salarial”, defendeu Teresa Morais.

A candidata abordou também as dificuldades das mulheres no acesso aos lugares de decisão: “Há uma aparência de igualdade, há uma maior proximidade, mas se fomos ver, a maior parte das mulheres nos conselhos de administração ainda estão em lugares não executivos. E, portanto, a sua capacidade de mudar as coisas é muito reduzida”.

Quanto à área da igualdade e da não discriminação, a candidata clarificou que “não se pode” abordar a questão pela “forma redutora” como tem sido tratada. “Há uma agenda de direitos humanos que implica -e nos obriga- a ter absoluto respeito pelas diferenças entre as pessoas, ter uma agenda de não discriminação e de respeito pela diferença”, considerou.

No entender de Teresa Morais o “essencial é garantir que as pessoas são felizes com as escolhas que fazem, que ninguém agride ninguém por causa das suas escolhas, que ninguém viola os direitos fundamentais das pessoas”.

Para a candidata a defesa da igualdade tem “muitas frentes” e o “combate ao tráfico de seres humanos é uma agenda de igualdade”, sublinhou, destacando a “necessidade de protecção e inclusão das pessoas que caem nas malhas dessas redes de tráfico”.

A líder da AD em Setúbal reforçou que a sua maior conquista, enquanto secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, foi de “transformar” estes assuntos numa “prioridade” de políticas públicas. “Durante quatro anos a agenda da igualdade, em particular, o combate à violência doméstica e ao tráfico de seres humanos entraram na agenda política. Acho que a maior conquista foi ter transformado estes assuntos numa prioridade de políticas públicas”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -