22 Julho 2024, Segunda-feira

- PUB -
“Somos feitos de Setúbal”: Secil entrega apoio anual a uma centena de instituições

“Somos feitos de Setúbal”: Secil entrega apoio anual a uma centena de instituições

“Somos feitos de Setúbal”: Secil entrega apoio anual a uma centena de instituições

Administrador reafirma compromisso social da empresa assegurando que a Secil tem “o firme propósito de se manter como âncora” do emprego e como “parceiro social responsável”

A Secil entregou, esta quarta-feira, os apoios que já tradicionalmente dá ao movimento associativo do concelho de Setúbal e também a algumas instituições regionais.

- PUB -

Ao todo são quase uma centena de beneficiários (ver lista), entre associações de inclusão social, culturais e desportivas, sendo que este ano foram incluídas duas novas organizações; a Associação Bairro Cool e o Fest’Asso, a festa do movimento associativo da União de Freguesias de Setúbal, que está a decorrer, como habitualmente nesta altura do ano, no Largo José Afonso, no centro da cidade.

O conjunto de entidades apoiadas pelo projecto de responsabilidade social da Secil é composto, na esmagadora maioria, por associações de Setúbal e Azeitão, mas há também algumas instituições regionais, como o Banco Alimentar Contra a Fome ou a Federação Distrital de Setúbal de Reformados, Pensionistas e Idosos.

No encontro com os dirigentes associativos, o presidente do conselho de administração da Secil afirmou que a empresa tem “o firme propósito de se manter como âncora” do emprego e como parceiro do associativismo e da cultura.

- PUB -

“A Secil está em Setúbal desde o início do Sec. XX e tem o firme propósito de se manter como âncora do emprego e criação do emprego na região, como um centro de conhecimento e de engenharia e como parceiro social responsável”, assegurou Otmar Hübscher.

“Somos feitos de Setúbal, da sua pedra e das suas gentes, mas Setúbal também é feita com o cimento Secil e com a histórica participação da empresa na vida do concelho”, continuou o administrador, relembrando que, desde que este projecto de responsabilidade social começou, em 2021, já foram apoiadas “mais de 120 instituições de Setúbal e Azeitão, beneficiando milhares de setubalenses nas áreas desportiva, cultural e de inclusão social”.

Otmar Hübscher recordou que, além deste “amplo” programa de apoio às instituições, a Secil tem “outras formas de colaborar com a região”, e deu os exemplos do apoio ao programa Biomares do Parque Natural da Arrábida, do programa Arrábida Sem Carros da Câmara Municipal de Setúbal, para acesso às praias, e do apoio ao Hospital Ortopédico de Santiago do Outão, “além da doação pontual de cimento, betão ou outros materiais a diversas iniciativas comunitárias”.

- PUB -

“Registamos com satisfação a evolução do movimento associativo ao longo destas duas décadas, com novas associações, novos projectos e novos investimentos em equipamentos, ao serviço da comunidade setubalense”, acrescentou o presidente da Secil.

A cerimónia de entrega dos apoios, que juntou mais de uma centena de pessoas, entre dirigentes associativos e acompanhantes, este ano teve lugar no Mercado da Conceição, com o administrador da empresa a evidenciar que se trata de “um espaço tradicional da cidade, que agora possui um registo de modernidade e cosmopolitismo, numa renovada dinâmica artística, cultural e de restauração”. O reconhecimento desta nova dinâmica passa também pela inclusão da Associação Bairro Cool, que dinamiza o mercado, no conjunto das instituições apoiadas pela empresa.

O presidente da empresa aproveitou para dizer que a Secil “tem vindo a modernizar constantemente a sua actuação, procurando ser cada vez mais sustentável, seja na melhoria da operação na pedreira seja na descarbonização da nossa fábrica”.

Neste esforço de modernização, o mais relevante investimento foi na nova linha de produção de cimento Clean Cement Line (CCL), um projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN), no valor de 86 milhões de euros, que acabou por ser, conforme sublinhou Nuno Maia, director de Comunicação da Secil, “o maior investimento industrial do Portugal (PT) 2020”.

Otmar Hübscher acrescentou ainda que, “neste momento”, está em curso um plano de renovação das infraestruturas da Fábrica do Outão, cujos resultados “serão visíveis dentro de poucos meses”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -