23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
PS vence em todos os concelhos do distrito mas perde três deputados

PS vence em todos os concelhos do distrito mas perde três deputados

PS vence em todos os concelhos do distrito mas perde três deputados

AD análise BE CDU Chega

Socialistas perderam quase 41 mil votos. Chega subiu ao 2.° lugar e alcançou 4 mandatos. Livre estreia-se a eleger. Toda a direita a crescer

 

O PS voltou a ser a força política mais votada no distrito, obtendo o 10.° triunfo consecutivo (5.° maior da sua história em número de votos) em legislativas. Mas perdeu terreno face ao resultado de 2022 (o maior de sempre do partido na região), ao baixar de 10 para 7 deputados dos 19 que o círculo de Setúbal passou este ano a eleger.

- PUB -

Mesmo com menos de cerca de 41 mil votos (31.27%) em relação aos 198.104 alcançados dois anos antes (45.73%), os socialistas “varreram” os adversários nos 13 concelhos, porém não conseguiram evitar que o Chega – partido que, tal como em 2022, voltou a ser o que registou maior crescimento na região (passou agora de quarta para segunda força política, ultrapassando a fasquia dos 100 mil votos) – lhes “limpasse” algumas freguesias (Poceirão/Marateca; Pegões; Quinta do Conde; e Samouco).

À esquerda, de resto, só PS e CDU sofreram perdas, quer em termos percentuais quer em número de votos, o que se reflectiu também em mandatos. A CDU ficou reduzida à expressão mínima de 1 deputado (tinha dois), ao baixar de 10.05% (43.529 votos) para 7.73% (38.841 votos). O BE subiu de 5.75 para 6% (pouco mais de 5 mil votos face a 2022), o que lhe valeu voltar a eleger um deputado, e o Livre constituiu (a par do Chega) a principal surpresa da noite, ao disparar de 1.43 para 4.29% (passou da casa dos 6 mil para a dos 21 mil votos), estreando-se a eleger por Setúbal (à primeira vista foi o beneficiário da ampliação de mais um deputado para a região). O PAN dobrou os votos, mas não elegeu.

A direita confirmou-se no distrito. Ao segundo lugar do Chega – que numa primeira análise não só “comeu” eleitorado ao PS como à CDU, passando de 1 para 4 deputados – junta-se a subida da AD e da IL.

- PUB -

A coligação liderada pelo PSD ultrapassou os 86 mil votos (17.17%) que comparam com os quase 70 mil (16.15%) registados a solo pelo partido laranja em 2022, ganhando mais um mandato (4 deputados). Isto apesar de ter visto o Chega conquistar-lhe o segundo lugar no distrito. A IL cresceu ligeiramente em votos e conseguiu manter o deputado que tinha por este círculo.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -