23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Parque habitacional do Bairro da Quinta do Freixo vai ser reabilitado por mais de 4M€

Parque habitacional do Bairro da Quinta do Freixo vai ser reabilitado por mais de 4M€

Parque habitacional do Bairro da Quinta do Freixo vai ser reabilitado por mais de 4M€

São 88 os fogos, em dois lotes, que serão intervencionados para “melhorar condições térmicas e energéticas”

 

O parque habitacional do Bairro da Quinta do Freixo vai ser intervencionado quando estiver encontrado o vencedor do concurso público, que vai agora ser aberto, em investimento de cerca de 4 milhões e 700 mil euros, com vista a reabilitar 88 casas naquela localidade.

- PUB -

A decisão foi tomada esta quarta-feira em reunião pública da câmara municipal setubalense, onde também se tomou conhecimento de que a adjudicação é feita a dois lotes distintos, um com 45 fogos e outro com 43.

O compromisso da obra é de realizar “intervenções nos espaços comuns de dois edifícios, a requalificação de coberturas e fachadas, incluindo novos caixilhos e estores, com o objectivo de melhorar as condições térmicas e energéticas” e a acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida ou condicionada, explica a nota de Imprensa da câmara municipal.

No interior das habitações estão também planeados vários trabalhos, onde se inclui “uma profunda renovação das cozinhas e instalações sanitárias e a renovação integral das redes de abastecimento de água, de drenagem de esgotos, de abastecimento de gás, electricidade e telecomunicações”.

- PUB -

A partir de agora contam-se 30 dias para os interessados apresentarem propostas e a autarquia adianta que será escolhida a “proposta economicamente mais vantajosa na modalidade melhor relação qualidade-preço”, sendo que o lote um “apresenta um preço máximo de adjudicação de 2 milhões, 355 mil e 817,70 euros”, e no caso do segundo lote “o valor limite para a obra é de 2 milhões, 342 mil e 182,70 euros”. O prazo de execução das empreitadas são cerca de 1 ano e 4 meses (500 dias).

Esta execução conta com financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), para o qual o município realizou, em Julho de 2023, uma candidatura. Esta encontra-se ainda ao abrigo da Estratégia Local de Habitação (ELH) de Setúbal, e acontece porque, segundo o executivo, existe “impossibilidade de satisfação da necessidade por via de recursos próprios da autarquia” que abriu agora um concurso com “preço base global de 4 milhões, 698 mil e 0,40 euros, sem IVA incluído”.

Em Maio de 2023 André Martins, presidente do executivo sadino, disse, em sede de reunião de assembleia municipal, que estavam a ser preparadas candidaturas aos fundos europeus para recuperação de fogos nos bairros Afonso Costa e 25 de Abril e nas quintas de Santo António, do Freixo e dos Vidais, questões que estavam já “em fase avançada de preparação”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -