10 Maio 2024, Sexta-feira

- PUB -
Greve nas escolas de Setúbal continua “sem fim à vista”

Greve nas escolas de Setúbal continua “sem fim à vista”

Greve nas escolas de Setúbal continua “sem fim à vista”

Várias Escolas Secundárias do concelho encontram-se fechadas ou com interrupções no tempo da manhã

 

A Escola Secundária D. João II começou a manhã de hoje, quinta-feira, com uma concentração do corpo de docentes e assistentes operacionais no portão do estabelecimento de ensino, que irá manter o espaço encerrado durante o resto do dia. Em conjunto, com o movimento, foram colocadas tarjas, cartazes e outros símbolos que caracterizam a luta e a reivindicação de direitos do sector da educação.

“O mundo dos encarregados de educação e dos alunos está connosco, todos sabem a importância desta luta de união. Estamos aqui a reiterar o respeito da carreira em termos de apelar aos seis anos, seis meses e 23 dias de carreiras congeladas”, disse a O SETUBALENSE Júlia Batista, professora e delegada sindical daquela escola.

Entre as queixas e os protestos que ali decorriam, a professora Maria José Pereira mencionou a O SETUBALENSE que a escola recebeu “uma turma com seis crianças com necessidades de educação especial diferentes” e que os docentes “não têm formação” para trabalhar adequadamente com estas várias necessidades. Maria José ainda acrescentou que a escola “não é um armazém de crianças”, mas sim uma instituição “que tem de contribuir para o desenvolvimento dos jovens”.

O SETUBALENSE também apurou que outras escolas secundárias do concelho estão fechadas e com interrupções, nomeadamente a Escola Secundária du Bocage (Liceu) e a Escola Secundária Lima de Freitas, ambas encerradas desde terça-feira. A Escola Secundária Sebastião da Gama (Comercial) e a Escola Secundária D. Manuel Martins encontram-se fechadas durante o período da manhã, sem previsão ou garantia que irão funcionar em pleno nos tempos da tarde.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -