19 Junho 2024, Quarta-feira

- PUB -
Futuro da região debatido em congresso que assinala 40.º aniversário da AMRS

Futuro da região debatido em congresso que assinala 40.º aniversário da AMRS

Futuro da região debatido em congresso que assinala 40.º aniversário da AMRS

Estratégia de Desenvolvimento Regional aprofundada na iniciativa agendada para dia 30 no Fórum Municipal Luísa Todi

 

O futuro da região de Setúbal é debatido a 30 de Junho no Fórum Municipal Luísa Todi, num congresso que a Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) organiza no âmbito do seu 40.º aniversário.

- PUB -

Sob o mote “Agregar Vontades, Construir o Futuro!”, na iniciativa vai ser aprofundada a “acção do Plano Estratégico de Desenvolvimento da Península de Setúbal”, ao mesmo tempo que “pretende ser um amplo espaço de debate sobre o futuro da região”.

Para tal, a AMRS explica que vão estar reunidos no mesmo espaço “agentes com intervenção no território e no seu desenvolvimento, nomeadamente autarquias, entidades sociais, organizações sindicais, comunidade científica e educativa, empresas, agentes culturais e movimento associativo, contribuindo, assim, para reforçar a estratégia de desenvolvimento regional”.

Cabe a Nuno Canta, presidente da Câmara do Montijo, garantir a moderação da conferência inaugural, pelas 10h30, após a sessão de abertura, que acontece meia hora antes.

- PUB -

Esta acção vai contar com a participação de Teresa Almeida, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, e de Alfredo Monteiro, vice-presidente do conselho directivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses, que vão apresentar “A importância do PROT AML para o Desenvolvimento e Coesão da Região” e a “Regionalização e Descentralização Administrativa”, respectivamente.

Pelas 11h15, é a vez de Vítor Proença, presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal e do conselho directivo da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL), falar sobre “O Litoral Alentejano no Desenvolvimento da Região de Setúbal”.

Em simultâneo, também André Martins, presidente da Câmara de Setúbal e do conselho directivo da AMRS, sobe ao palco do Fórum Luísa Todi, sendo que a sua intervenção vai estar centrada na “PEDEPES e a Estratégia de Desenvolvimento da Região de Setúbal”.

- PUB -

Já no período da tarde, o congresso continua a partir das 14 horas, altura em que o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, vai moderar o painel “Coesão e Desenvolvimento: Políticas Públicas”.

Este vai contar com quatro intervenções, com o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva, a abordar o “Investimento Público como Elemento Central no Desenvolvimento no Território”, enquanto Faustino Gomes, presidente da Transportes Metropolitanos de Lisboa, apresenta as “Políticas Públicas de Mobilidade e Transportes”.

Ainda neste painel, Ângela Lemos, presidente do Instituto Politécnico de Setúbal, debruça-se sobre “O Conhecimento no Centro do Desenvolvimento”, com “A Gestão Pública dos Recursos Hídricos como Garante do Futuro” a estar a cargo de Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela e do conselho directivo da Associação Intermunicipal de Água da Região de Setúbal.

Para as 15 horas está reservado um momento de debate, ao qual se segue, passada uma hora, a mesa- -redonda “Emprego com Direitos e Capacidade Empresarial e Produtiva”, com Francisco Jesus, presidente da Câmara de Sesimbra e da Assembleia Intermunicipal da Associação de Municípios da Região de Setúbal a estar encarregue da moderação.

Além de Nuno Maia, director-geral da Associação da Indústria da Península de Setúbal, participa nesta discussão Afonso Luz, vice-presidente da Confederação Portuguesa de Pequenas e Médias Empresas, assim como Manuel Fernandes, presidente da União Geral de Trabalhadores, e Luís Leitão, coordenador da União de Sindicatos de Setúbal.

Após novo debate, arranca às 17h30 a sessão de encerramento do congresso “Agregar Vontades, Construir o Futuro!”, assegurada por André Martins, presidente da Câmara de Setúbal e do conselho directivo da AMRS, e por Fernando Pinto, presidente da Câmara de Alcochete e vice-presidente do conselho directivo da associação de municípios.

Os interessados em assistir ao congresso podem ainda inscrever-se, de forma gratuita, através da página oficial da iniciativa, em https:// www.amrs.pt/congresso-da-regiao-de-setubal. Está ainda prevista uma visita à exposição evocativa dos 40 anos da Associação de Municípios da Região de Setúbal, acompanhada de um moscatel de honra.

Socialistas Dois autarcas com participação activa em tempo de desvinculações da associação

Num momento marcado pela saída de câmaras socialistas da Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS), há dois autarcas do PS que vão ter participação activa no congresso “Agregar Vontades, Construir o Futuro!”, que decorre a 30 de Junho em Setúbal, mais precisamente no Fórum Municipal Luísa Todi.

A Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, cabe o papel de moderador na conferência inaugural da iniciativa, agendada para as 10h30. Já Fernando Pinto, presidente da Câmara Municipal de Alcochete e vice-presidente do conselho directivo da associação de municípios, que em Dezembro último admitia a hipótese de também este município se desvincular da AMRS, vai intervir pelas 17h30 na sessão de encerramento do congresso.

Com a saída das câmaras da Moita, Barreiro e Almada, todas socialistas, a Associação de Municípios da Região de Setúbal ficou reduzida a oito municípios, sendo estes os de Alcochete e Montijo (PS) e de Alcácer do Sal, Palmela, Santiago do Cacém, Seixal, Setúbal e Sesimbra (CDU).

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -