20 Maio 2024, Segunda-feira

- PUB -
André Martins deixa grandes elogios ao novo livro de poesia de José Raposo

André Martins deixa grandes elogios ao novo livro de poesia de José Raposo

André Martins deixa grandes elogios ao novo livro de poesia de José Raposo

Autarca agradeceu “por este livro de poemas sadinos” que “é de todos”

 

As expectativas do poeta José Raposo foram superadas e o salão nobre dos Paços do Concelho encheu-se completamente para assistir à apresentação do seu novo livro, “Rio de Emoções”. Em declarações a O SETUBALENSE o escritor já tinha admitido alguma “timidez” e “ansiedade” para o grande dia que acabou por correr da melhor maneira, não fossem as palavras de André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

- PUB -

“José Raposo fez-se setubalense, porque o que conta não é apenas o pedaço de terra em que nascemos. O que conta é o espaço onde crescemos, onde estabelecemos
afectos, onde nos fazemos homens e mulheres de corpo inteiro. O que conta são os pedaços de terra em que trabalhamos e para onde vamos em procura de uma vida melhor”, transcreve-se na nota de Imprensa da autarquia.

Nascido em Santigo do Cacém, mas há mais de meio século a viver na cidade de Setúbal, José Raposo junta a Arrábida e as terras alentejanas na mais de uma centena de poemas que compõem a sua obra. Por essa razão, o edil agradeceu “por este livro de poemas sadinos” que “é de todos” e que “oferece nutrientes essenciais à alma e reflecte o significado mais profundo do que é ser desta cidade à beira do Rio Sado”.

No momento estiveram ainda Pedro Pina, vereador da Cultura na câmara municipal, e os presidentes das juntas de freguesia de São Sebastião e de Gâmbia-Pontes-Alto da Guerra, Luís Matos e Luís Custódio. Para apresentar o novo livro juntaram-se João Completo, autor do prefácio, e o poeta brasileiro Júlio Corrêa, personalidade que redigiu o posfácio.

- PUB -

Além de “Rio de Emoções” José Raposo conta, no seu currículo literário, com dois outros livros de poesia, “Afectos e Cumpucidades”, o primeiro, lançado em 2006, e, “Pedaços de Mim”, publicado em 2021.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -