3 Fevereiro 2023, Sexta-feira
- PUB -
InícioEmpresasRepsol Polímeros foi quem mais cresceu nas exportações

Repsol Polímeros foi quem mais cresceu nas exportações

Distrito ultrapassa os 7,3 mil milhões €. Autoeuropa e Navigator Company somam mais de metade do valor total das transacções para o exterior

As empresas do Distrito de Setúbal facturaram mais de 7,3 mil milhões de euros em exportações, segundo os dados da Iberinform Portugal referentes a 2021. A Volkswagen Autoeuropa e a Navigator Company continuam a ser as que mais contribuem para o resultado obtido – juntas atingem mais de metade do valor global –, mas, entre as maiores exportadoras, foi a Repsol Polímeros quem mais cresceu nas transacções para o mercado exterior.

- PUB -

Com uma taxa de exportações de 97,71% correspondente a um valor de 790,2 milhões de euros, a empresa de Sines, dedicada ao fabrico de matérias plásticas sob formas primárias, cresceu 81,56% neste indicador económico, em relação ao ano anterior. É a terceira maior exportadora do distrito.

No topo da tabela encontra-se a Autoeuropa com 2,9 mil milhões de euros no valor das exportações, o equivalente a 95,83% da sua produção. A fábrica de produção de automóveis, em Palmela, registou um crescimento de 17,12%. E o 2.º lugar é ocupado pela Navigator Company, que teve um aumento de 14,98 pontos percentuais em exportações, arrecadando 1,3 mil milhões de euros que reflectem apenas 55,73% do total da sua produção.

Segue-se, no 4.º posto, a Indorama Ventures Portugal que registou 444,2 milhões de euros – mais 69,98% do que ano anterior – com um total de 97,43% de produção exportada.

- PUB -

SGL é quem mais exporta em termos de produção

Daqui para baixo nenhuma outra empresa chega à casa dos 100 milhões em facturação nas exportações. Na 5.ª posição surge a SGL Composites, que produz fibras sintéticas ou artificiais no Parque Industrial do Lavradio, Barreiro, e que apresenta, no grupo das 10 primeiras, a maior taxa de exportação (98,36%), em termos de produção. Arrecadou 98,8 milhões de euros (mais 34,64% em relação a 2020).

É seguida pela PSA Sines Terminais Contentores (6.º lugar) que registou 95,9 milhões de euros, o correspondente a uma taxa de exportações de 96,02%, e pela Ascenza Agro – produtora de pesticidas, localizada em Setúbal – que, com 69,41% de produção exportada, facturou 94,4 milhões (sofreu uma variação negativa de 3,58%).

- PUB -

Com uma taxa de exportações de 27,96% no valor de 93,5 milhões de euros (mais 40,01% face ao ano anterior), a Lusosider Aços Planos (Seixal) ocupa o 7.º lugar. E logo atrás vem a Lusosider Projectos Siderúrgicos que registou 89,08 milhões com 75,52% de produção exportada, o que representou um crescimento de 54,66 pontos percentuais. Em conjunto as duas empresas totalizaram mais de 182 milhões de euros, quinto maior valor registado em transacções para o exterior pelas empresas do distrito.

A Lisnave, que opera na reparação de embarcações em Setúbal, fecha o top 10 das empresas com maior volume de facturação ao mercado externo. Registou uma quebra de 4,30%, encaixando 84,09 milhões de euros (86,57% do trabalho produzido).

Nota ainda para a Secil, produtora de cimento, que também opera em Setúbal e que surge no 11.º posto com 73,4 milhões de euros facturados (mais 43,02% do que em 2020), referentes a 33,27% da sua produção.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Novo 10 de portas fechadas após polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Empresário apresentou proposta ‘promissora’, que acabou por deixar proprietário do espaço de mãos a abanar

Autoeuropa anuncia unidade 1 milhão do T-Roc que vai rodar noutro continente

Número redondo foi anunciado pela direcção da fábrica de Palmela. Automóvel já tem destino traçado

O sangue e o oxigénio dos Tribunais

Ninguém duvida que os oficiais de justiça são essenciais para a Administração da Justiça.
- PUB -