7 Dezembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbal“Com e para a comunidade” continua a ser o lema da loja...

“Com e para a comunidade” continua a ser o lema da loja Auchan três décadas depois

De início como Jumbo, o primeiro hipermercado de Setúbal continua a ser uma referência por aquilo que oferece à região

 

- PUB -

A 22 de Outubro de 1992 abriu portas o primeiro hipermercado na região de Setúbal. Baptizado com o nome Jumbo, viria em 2019 a mudar de denominação para Auchan. Amanhã, dia em que a loja celebra os seus 30 anos, “a festa será bonita”, afirma António Milheiras, director da Auchan Setúbal.

No ano de 92, António Milheiras assumiu o cargo de responsável pela área do mercado. Sempre ligado à empresa, desempenhou funções noutras unidades, tendo regressado em 2010 para assumir o cargo de director de loja.

“Quando a loja abriu o Jumbo era uma novidade. Foi uma loucura e vinham visitar-nos pessoas de todo o lado. Teve um grande impacto económico e social na região”, recorda. O crescimento estrutural e humano que se verificou não o surpreende.

- PUB -

“Quando abrimos já tínhamos a perspectiva de que, no futuro, teríamos aqui um centro comercial com uma grande e diversificada oferta”. O responsável afirma que os princípios que orientaram os precursores deste conceito de hipermercado em Setúbal não mudaram e que “a qualidade da oferta e a comunhão com a comunidade se mantém”.

“Hoje, tal como no início, queremos que a nossa loja tenha sempre uma apresentação digna e com a melhor qualidade de produtos que os clientes esperam encontrar”, realça.

União forte com a comunidade é dado importante

- PUB -

O director acrescenta ainda outro dado importante para uma união cada vez mais forte com a comunidade onde o hipermercado está inserido. “Apoiamos as instituições que estão na nossa área de influência, como a Casa Gaiato ou o Vitória de Setúbal, assim como com a autarquia e igrejas da cidade, porque sentimos que devemos essa obrigação de estar com as instituições mais importantes para as pessoas”.

Em Setúbal, a loja Auchan colabora, de forma regular, com várias instituições de solidariedade social como a APPACDM, Casa do Gaiato, Restaurante Social de Setúbal, com o Padre Constantino Alves, Centro Social e Paroquial de São Sebastião, Centro de Apoio Sem Abrigo (CASA), Centro Jovem Tabor, ACM, Cruz Vermelha Portuguesa e a Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Neste longo trajecto, António Milheiras confessa que, há três anos, aquando da mudança de Jumbo para o desconhecido, na altura ‘mundo Auchan’, teve alguma preocupação devido à força do nome.

“Houve algum receio, mas rapidamente os clientes viram que havia uma continuidade e o que aconteceu foi apenas a mudança da marca em si. O casamento entre a população e a loja é tão forte que hoje já não se confundem os nomes Auchan e Jumbo”.

Há três anos, a grande novidade foi também a aposta da Auchan nos produtores locais. Passado este tempo, António Milheiras faz um balanço muito positivo da iniciativa ‘O que é bom é local’.

“Tem sido um esforço grande da nossa parte, mas estamos satisfeitos com os resultados desta aposta feita nos produtores locais. Demos-lhes um espaço, que eles não tinham num hipermercado, para divulgar os seus artigos. Para se ter uma ideia da importância deste trabalho, muitos produtores actualmente já só trabalham com as nossas lojas porque já têm a massa crítica de produção”.

Este é um projecto, assegura o director da Auchan Setúbal, “para continuar”. “As portas estão abertas a novos fornecedores que queiram trabalhar connosco”, afirma.

Além da relação próxima com estes e outros produtores locais da região, a Auchan tem também ainda uma forte aposta nos produtores biológicos, como a Quinta das Mélias, Paisagindo, Pepe Aromas, Agro Cacholas e Bioveg.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas
- PUB -