9 Agosto 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalPedro Pina assegura que valorização dos profissionais de saúde é compromisso da...

Pedro Pina assegura que valorização dos profissionais de saúde é compromisso da Câmara

Vereador da Saúde diz que momentos que contribuam para valorização do Hospital têm de contar com presença da autarquia

 

- PUB -

Na cerimónia de entrega das distinções da quinta edição do Prémio GID, realizada na sexta-feira no Hospital Ortopédico Sant’Iago do Outão, o vereador Pedro Pina assegurou que a Câmara Municipal de Setúbal está comprometida na valorização dos profissionais de saúde.

“Estaremos sempre comprometidos com a valorização dos profissionais de saúde, que contribuem para a valorização do território”, assegurou o vereador com o pelouro da Saúde, citado em comunicado da autarquia.

Na cerimónia, o autarca referiu ainda que todos os momentos que “contribuam para a valorização do Hospital de Setúbal e dos seus profissionais têm de contar com a presença da Câmara Municipal de Setúbal”, parceira do Gabinete de Investigação e Desenvolvimento (GID) do Centro Hospitalar de Setúbal (CHS) na atribuição do prémio.

- PUB -

Em seguida, classificou o Prémio GID como uma “componente da valorização da investigação de todos os profissionais” do CHS. Na edição deste ano do Prémio GID, que recebeu um total de 22 candidaturas, foi distinguido o melhor artigo publicado pelos profissionais do Centro Hospitalar de Setúbal em 2020.

“Cada vez temos mais artigos, o que quer dizer que estamos a levar esta iniciativa a bom porto”, garantiu o coordenador do GID. Segundo Filipe Seixo, o prémio foi instituído para aplaudir “a produção científica do CHS”, adiantando que as distinções da sexta edição, referente aos trabalhos publicados em 2021, vão ser atribuídas em cerimónia a realizar depois do Verão.

Foi Pedro Pina quem entregou o primeiro prémio a Isa Santos, médica do Serviço de Cirurgia Geral, distinguida na categoria “Artigo Original” pelo trabalho centrado “num complexo processo inflamatório que gera uma resposta extrema do organismo e é uma das principais causas de morte em todo o mundo”.

- PUB -

Desenvolvido no Instituto Gulbenkian para a Ciência, o referido trabalho ‘nasceu’ em parceria com Henrique Colaço, Ana Neves-Costa e “uma equipa de mais de uma dezena de investigadores”.

“Os doentes continuam a morrer e não há uma terapêutica específica para o quadro séptico”, explicou Isa Santos. O segundo prémio, por sua vez, foi entregue a Leonor Parreira, médica do Serviço de Cardiologia, que conquistou o galardão, na categoria “Casos Clínicos”, com um artigo que descreve o tratamento aplicado, com sucesso, a um doente com “muitas extrassístoles”.

No trabalho participaram também Pedro Carmo, Pedro Adragão, Rita Marinheiro, Margarita Budanova, Nuno Cardim e Pedro Gonçalves. Já a enfermeira Marta Castro Jesus, na categoria “Revisões”, alcançou o terceiro prémio, entregue pelo trabalho “Administrar Terapêutica por via intramuscular em Pediatria: Revisão integrativa da Literatura”, realizado em co-autoria com Carla Sofia Trindade, Josefina Lopes e Ana Lúcia Ramos.

As quatro enfermeiras do Serviço de Pediatria Internamento e da Unidade de Urgência Pediátrica “foram os primeiros profissionais de enfermagem a conseguir um lugar entre os três primeiros no Prémio GID”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Histórica estação rodoviária na 5 de Outubro vai dar lugar a supermercado Continente

Edifício está a ser alvo de estudos há cerca de uma semana, com o objectivo de abrir espaço do grupo Sonae

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -