27 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalEntidades locais de Setúbal preparam espaço "Nosso Bairro, Nossa Cidade" no Forte...

Entidades locais de Setúbal preparam espaço “Nosso Bairro, Nossa Cidade” no Forte da Bela Vista

Programa “Bairros Saudáveis”. Obras para o “espaço âncora do programa no bairro” começaram em Fevereiro

 

- PUB -

O Bairro do Forte da Bela Vista terá em breve o seu espaço “Nosso Bairro, Nossa Cidade”. As obras, a decorrer desde 21 de Fevereiro no âmbito de uma candidatura realizada ao programa “Bairros Saudáveis”, irão levar ao Forte da Bela Vista aquele que será, nas palavras de Carlos Rabaçal, vereador na Câmara Municipal de Setúbal, “o espaço âncora do programa no bairro, a partir da reabilitação de uma habitação”.

A intervenção visa “criar condições para que os moradores possam reunir, decidir, trabalhar nos vários projectos do programa”, de que são exemplo o apoio ao estudo, os bordados, a informática, as actividades de culinária, entre outras.

“No fundo, aproveitámos esta iniciativa dos Bairros Saudáveis para cumprir uma ambição, já em processo, de reabilitar este espaço e pô-lo ao dispor dos moradores”, diz a O SETUBALENSE, para depois adiantar que “a mudança que os moradores querem é a que vão fazer”.

- PUB -

“Esta é a parte mais relevante desta mudança: é feita por eles, com a sua capacidade, inteligência, dinamismo e vontade”. O projecto “Bairros Saudáveis” é um programa público, de natureza participativa, para melhoria das condições de saúde, bem-estar e qualidade de vida em territórios vulneráveis.

A candidatura realizada tem como objectivo implementar cinco oficinas de organização e acção nos bairros da Bela Vista e zona envolvente, para consolidar os processos de participação e de desenvolvimento de saúde e bem-estar da população deste território, iniciados em 2012 com o programa municipal “Nosso Bairro, Nossa Cidade”.

Enquanto entidade promotora desta iniciativa, a ACM/YMCA de Setúbal considera que a sua missão social “com estas populações se deve concretizar no dia-a-dia de diversas formas”.

- PUB -

Hugo Fernandes, director técnico, destaca que a ACM é “uma entidade presente no território da Bela Vista há muito tempo e desde o primeiro momento associou-se ao projecto de braços abertos e boa vontade”, sem esquecer que “este projecto surge também como possibilidade de dar lugar a uma série de iniciativas, nomeadamente dar conforto à população para se poder reunir e fazer as suas actividades com coisas que emanem da sua própria vontade e ideias”.

“As instituições são importantes, mas mais importante é termos comunidades empoderadas, com capacidade de puxar pelas suas soluções para resolver os seus problemas. Não tirando qualquer tipo de importância ou responsabilidade às instituições, quando temos comunidades empoderadas estamos no bom caminho”, considera.

Para Luís Matos, da Junta de Freguesia de São Sebastião, “à semelhança do que foi feito noutros espaços “Nosso Bairro, Nossa Cidade”, este novo no Forte da Bela Vista tem como principal causa a envolvência desta comunidade de habitantes”.

“É um espaço fundamental, criado para partilha de tarefas, opiniões e convívio e com toda a certeza será ponto de partida para uma requalificação de todo o bairro envolvente com a ajuda de todos”.

Moradores também participam nas obras do novo espaço

No que diz respeito às obras, existem, de acordo com José Trindade, do Departamento de Obras Municipais da Câmara de Setúbal, que se encontra a acompanhar os trabalhos no espaço, dois grandes planos de intervenção: um somente entre a Câmara Municipal e os parceiros e um segundo plano executado pelos moradores.

“Num primeiro passo, estamos a reabilitar o pavimento, quase concluído, duas casas de banho e a renovar todos os equipamentos sanitários, as portas, a cozinha, todo o sistema eléctrico e de abastecimento de água e residuais”, explica.

Numa segunda fase dos trabalhos, “tendo em conta que é um projecto em parceria com os moradores, pretende-se que sejam eles a terminar a obra”. “O município fornecerá as tintas e eles terminarão com as pinturas gerais do espaço, para o tornarmos o mais possível de todos”.

Os moradores serão, assim, parte activa no término da obra, bem como na posterior dinamização do espaço a que decidiram dar o nome “Renascer”. “Estamos muito empolgados com a nossa casa, onde vamos ter muitas actividades. O grupo de moradores do Forte da Bela Vista escolheu o nome ‘Renascer’ e estamos desejosos de lhe fazer jus e começar a trabalhar”, partilha Teresa Martinho, moradora do Forte da Bela Vista.

Por sua vez, para Liliana Nascimento, este é um sonho que sempre teve. “Nasci e cresci no bairro, onde andei descalça e brinquei com segurança. É esta segurança e mudança que quero dar também aos meus filhos, através de um espaço como este, onde podemos marcar a diferença e dizer a todos os moradores que estamos cá para ajudar, com um sítio para estar, fazer coisas úteis, aprender”, conta.

“Queremos mudança para o nosso bairro e acredito que todos merecemos isto, mudança mesmo, renascer”, continua. Também Rosa Borges se diz “desejosa” para que o espaço esteja pronto.

“Vamos dar continuidade às actividades que já se fazem no âmbito do programa e estou cá para ajudar. A minha filha precisa de ocupar os seus tempos livres para brincar, realizar actividades e aprender. Aqui certamente vamos ter essa resposta e vamos melhorar o bairro”, conclui.

Além da Câmara Municipal de Setúbal e da Junta de Freguesia de São Sebastião, são igualmente parceiros desta iniciativa o Leroy Merlin Setúbal, que oferecerá uma cozinha para o espaço, o ACES Arrábida, a Ciência Viva – ANCCT, a Delegação de Setúbal da Cruz Vermelha Portuguesa e o Instituto Politécnico de Setúbal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos

Sonae Capital vende hotéis em Tróia

Apesar do negócio, multinacional mantém gestão do Aqualuz Tróia Mar&Rio e do The Editory By The Sea Tróia-Comporta

Bilhete de época para atrair mais vitorianos ao Bonfim em 2022/23

Sadinos avançam com medida para terem mais sócios no estádio nos jogos da Liga 3
- PUB -