26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalSetúbalFuga de água no Estádio do Bonfim obriga a substituição total da...

Fuga de água no Estádio do Bonfim obriga a substituição total da rede de abastecimento

Há cerca de um ano que existe uma fuga de água no estádio. O PS questionou e a gestão CDU na Câmara garante que vai resolver

 

- PUB -

Todo o anel de abastecimento de água ao Estádio do Bonfim, e outras instalações do Vitória que ali funcionam, vai ser substituído para resolver um problema de fuga de água que se verifica há praticamente um ano neste complexo desportivo.

“Neste momento está a ser preparada a empreitada para substituir todo o anel da rede de águas que alimenta o Estádio do Bonfim”, avançou o vereador Carlos Rabaçal, responsável pelo Departamento de Obras Públicas da Câmara de Setúbal, em resposta à bancada socialista, na reunião pública que decorreu na passada semana.

O reparo sobre este problema foi colocado pelo vereador socialista Joel Marques, que apontou existir uma fuga de água no estádio que se “arrasta desde Março de 2021”, a qual “implica um desperdício de 14 mil metros cúbicos de água por mês”, e feitas as contas, “equivale a 5 litros por segundo”, afirma.

- PUB -

Em termos financeiros, segundo Joel Marques, esta ruptura implica um desperdício de água que representa um gasto adicional para o município na ordem dos “14 mil euros por mês”. Um encargo para o município porque este “em 2020 tomou ostensivamente posse do Estádio do Bonfim”, competindo-lhe assim a “rápida resolução do problema”, acrescenta comunicado dos eleitos socialistas na câmara sadina.

Entretanto, na mesma nota de Imprensa, os eleitos do PS reflectem que, além do peso financeiro, está ainda em causa um problema ambiental, e mais ainda quando “o País atravessa uma seca severa”, contexto que “obriga a uma gestão rigorosa de um bem escasso como é a água”.

Trata-se assim de “não esbanjar dinheiro da autarquia nem desperdiçar água”. Reconhecendo que o problema da fuga de água “é real”, Carlos Rabaçal explicou que a empresa Águas do Sado, responsável pelo abastecimento ao concelho de Setúbal, “está a acompanhar a situação” e que, por acordo com a autarquia, “não está a cobrar” a água derivada desta fuga.

- PUB -

“Foi registado no contador [do estádio] um consumo anormal de água, e não se sabe a origem da mesma”, refere Carlos Rabaçal, e avançou que, além dos serviços da autarquia e da Águas do Sado, estiveram no local três empresas especializadas em fugas de água e “não detectaram a origem do problema”.

Com isto, e “depois de várias peritagens, decidiu-se anular a actual instalação da rede de abastecimento de água e substituí-la por uma nova”, uma vez que “não sabemos em que ramal está a fuga de água”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -