16 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalLojistas continuam a dormir no Centro Comercial do Bonfim para evitar fecho...

Lojistas continuam a dormir no Centro Comercial do Bonfim para evitar fecho do espaço

Gestora do centro tentou bloquear acesso dos comerciantes e já chamou polícia ao local por duas vezes

 

- PUB -

Os lojistas do Centro Comercial do Bonfim, em Setúbal, continuam a revezar-se em pernoitas no espaço para evitarem o fecho daquela superfície. Temem ficar impedidos de aceder ao centro comercial, antes de ser conhecida a decisão judicial de uma providência cautelar que interpuseram contra o encerramento de que foram notificados – com apenas cerca de 30 dias de antecedência – pela gestora do espaço, a empresa Célebres Assuntos, no início de Dezembro último.

A entidade proprietária do centro cessou o contrato de arrendamento com a Célebres Assuntos, a qual ficou impedida de renovar os subarrendamentos das lojas aos comerciantes, solicitando a entrega das chaves do espaço aos lojistas até 31 do mês passado. Perante a recusa dos comerciantes – que alegaram na providência cautelar que a acção da Célebres Assuntos não acautela o previsto na lei –, a empresa optou por bloquear algumas das portas de acesso ao centro no início deste mês.

Os lojistas acabariam por conseguir entrar e viriam a ser identificados pela polícia chamada ao local pela empresa, numa tentativa de que desocupassem o espaço. Pela manhã de dia 3 foram confrontados por uma equipa da polícia de intervenção e à tarde voltaram a ser visitados e a ter de dar explicações a elementos da PSP. Decidiram então ficar em vigília no interior do centro durante as noites. E têm vindo a revezar-se em pernoitas desde o passado dia 4, de forma a evitar que a empresa feche a superfície, enquanto desesperam pelo resultado da providência cautelar.

- PUB -

“Quanto mais tempo demorar a sair a decisão do juiz mais insustentável se vai tornando a situação”, disse António Gorrão, esposo da proprietária da papelaria/tabacaria T&T.com, a O SETUBALENSE. “O juiz quis ouvir a outra parte [a empresa] antes de se pronunciar sobre a providência cautelar”, adiantou, para sublinhar que a Célebres Assuntos estará a aproveitar essa situação para “ganhar tempo”.

António Gorrão revelou ainda que os lojistas estão preocupados com a possibilidade de a empresa conseguir que venha a ser cortada a água e a luz no centro. “Já falámos com a Águas do Sado e a EDP e vamos ver”, confessou.

O Centro Comercial do Bonfim, que teve até aos anos de 1990 a funcionar o Cinema Bocage, é composto por mais de 50 lojas, embora algumas estejam livres.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -