25 Maio 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalOcean Alive distinguida por trabalho na educação e protecção das pradarias do...

Ocean Alive distinguida por trabalho na educação e protecção das pradarias do Sado

Cerimónia vai ter lugar no dia 24, pelas 16 horas, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa

 

- PUB -

A cooperativa Ocean Alive foi distinguida pela Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica com o “Prémio Educação 2021”, pelo trabalho que tem desenvolvido “na preservação das pradarias marinhas do Estuário do Sado, que capturam carbono e servem de berçário para as presas dos golfinhos”.

Em comunicado, a associação com sede no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, explica que o galardão foi também atribuído à cooperativa criada em 2015 pelas biólogas marinhas Raquel Gaspar e Sílvia Tavares, tendo em conta que “contribui simultaneamente para a cultura científica das comunidades locais”.

A cerimónia de entrega das distinções está agendada para 24 de Novembro, Dia Nacional da Cultura Científica, no Auditório José Mariano Gago, com início marcado para as 16 horas. Serão atribuídas “em plena Semana da Ciência e da Tecnologia 2021”, onde “estará presente o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor”.

- PUB -

É igualmente destacado pela Agência Ciência Viva o programa “Guardiãs do Mar” da Ocean Alive, que consiste na “realização de campanhas de sensibilização por mulheres pescadoras do Estuário do Sado, transformando-se em educadoras e ajudantes dos investigadores que trabalham no mapeamento e conservação das pradarias marinhas”.

“Um exemplo de como, cada vez mais, a educação deve continuar ao longo da vida. Por este projecto, a Ocean Alive recebeu da National Geographic Society uma bolsa, para levar a cabo o [referido] mapeamento”.

A cooperativa desenvolve “ainda projectos de educação ambiental nas escolas da região, como por exemplo “O Mar dá bom clima”, sendo que “o trabalho de Raquel Gaspar como investigadora e activista foi reconhecido em 2019 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior com a atribuição da Medalha de Mérito Científico”.

- PUB -

Além do reconhecimento na área da educação, vão também ser distribuídos os galardões “Grande Prémio Ciência Viva”, entregue a “Maria Amélia Martins-Loução pela sua acção na promoção da cultura científica enquanto bióloga e divulgadora na área da Ecologia”, e “Prémio Media”, que reconhece a série da SIC “Admirável Mundo Novo”, “dedicada a descodificar e tornar acessível o conhecimento nas várias áreas da ciência”.

A novidade deste ano passa pela estreia de uma nova categoria, o “Prémio Publicidade”, “que distingue a campanha publicitária sobre a fumagem tradicional dos produtos da charcutaria Izidoro, assinada pela agência O Escritório”.

As distinções são atribuídas anualmente “a personalidades e instituições que se destacaram pelo seu mérito excepcional na promoção da cultura científica em Portugal, de acordo com uma selecção feita pelos representantes das instituições científicas associadas da Agência”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos
- PUB -