22 Outubro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Instituto Politécnico de Setúbal dá formação a agentes económicos de Angola

Instituto Politécnico de Setúbal dá formação a agentes económicos de Angola

Acções de capacitação abrangem 200 quadros superiores do INAPEM e prolongam-se até Maio de 2022

 

- PUB -

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) já iniciou o processo de formação para agentes económicos angolanos, ao abrigo do Programa de Capacitação “Negócios e Finanças” do Projecto “Envolver”, financiado pela União Europeia.

O conjunto de acções de capacitação – que arrancou no passado dia 29 e que se prolonga até Maio do próximo ano – é dirigido “a quadros superiores do Instituto Nacional de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), elementos da rede de prestadores de serviços (Business Service Providers) e outros actores importantes na dinamização dos negócios e empreendedorismo em Angola”, anunciou o IPS.

De acordo com o politécnico setubalense, as sessões de formação são dinamizadas em formato ‘online’ e abrangem um universo de duas centenas de quadros superiores do INAPEM, além de prestadores de serviços e empreendedores.

- PUB -

As acções de formação, realça o IPS, pretendem “garantir a aquisição e reforço de conhecimentos associados ao empreendedorismo e gestão de negócios, com temas ligados às finanças empresariais”.

Isto de modo “a incrementar a intervenção do INAPEM e das entidades que operam no quadro da facilitação e do acesso a financiamento, junto das Micro, Pequenas e Médias Empresas e dos operadores financeiros”.

O Projecto “Envolver”, lembra ainda o IPS, é “desenvolvido no âmbito do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição de Importações (PRODESI) do Governo de Angola”, que conta igualmente “com a parceria do IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação”.

- PUB -

De resto, o “Envolver” arrancou no passado mês de Fevereiro “com o propósito de promover o desenvolvimento de um sector privado sustentável e inclusivo, alicerçado na diversificação e disponibilização de serviços financeiros ajustados às necessidades das Micro, Pequenas e Médias Empresas e empreendedores”, reforça o politécnico, a concluir.

Liderado pelo INAPEM e desenvolvido com o apoio técnico especializado do IAPMEI e do IPS, o projecto contribui para incentivar e alargar o acesso das Micro Pequenas e Médias Empresas (MPME) aos serviços financeiros, através da formação destinada a estas últimas, a bancos comerciais, sistema judicial, entre outros.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Embarcação de pesca de Setúbal sofre danos em encontro com orcas

Mestre diz que ataque, de grupo de quatro animais, durou 20 minutos e partiu leme do barco

António Pereira: “Continuo a ver coisas no Vitória que não tenho visto nem na I Liga”

Eliminação da Taça de Portugal com o Vizela não esmoreceu aplausos aos atletas

CDU rompe acordo com PSD e ‘salva’ PS na Assembleia Municipal

Geringonça desfeita. CDU queria sigilo sobre o compromisso até à tomada de posse. João Afonso (PSD) acusa comunistas de faltarem à palavra
- PUB -