4 Dezembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalSetúbalAndré Martins promete nova variante na cidade entre estrada para Azeitão e...

André Martins promete nova variante na cidade entre estrada para Azeitão e auto-estrada

Terminal rodoferroviário e fluvial nas Fontainhas assim como demolição do viaduto são outras obras apontadas pelo candidato a sucessor de Dores Meira

 

- PUB -

A CDU apresentou esta quinta-feira os cabeças-de-lista ao Município de Setúbal, com André Martins (PEV) a prometer um conjunto de obras de que se destacam uma nova variante, na cidade, a construção de um terminal para ligar comboios, autocarros e barcos nas Fontainhas e a demolição do viaduto que liga esta zona da cidade à Baixa de Santas.

Perante mais de duzentas pessoas, o candidato a presidente da Câmara sadina, comprometeu-se também com a criação de uma variante em Azeitão Azeitão, a via P4 que liga a variante de Sesimbra à Estrada Nacional 379, a seguir a Vendas de Azeitão, a reabilitar a Rua de São Gonçalo, perto da Coca-Cola e a prolongar a Avenida José saramago, na cidade, até à zona ribeirinha.

- PUB -

“As novas centralidades em Brejos de Azeitão, nas novas urbanizações da freguesia de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra e na zona nascente da cidade, na freguesia de São Sebastião, são outros projectos que queremos lançar para podermos continuar a fazer cidade e a construir mais Setúbal.”, disse o cabeça-de-lista da CDU.

A construção de novos equipamentos de cultura e desporto, a defesa do Ambiente e a promoção do património natural são outros dos temas que assegura serem uma “preocupação permanente”.

“Seremos, por isso, intransigentes na defesa e promoção da qualidade de vida de quem aqui vive e trabalha”, garantiu André Martins.

- PUB -

Primeiro falou o candidato a presidente da Assembleia Municipal. Manuel Pisco (PCP) classificou a apresentação da candidatura como a “assinatura de um compromisso” de continuação do trabalho feito pela CDU nos últimos 20 anos.

“Em Setúbal, a CDU tem história feita”, afirmou Manuel Pisco, que assegurou unidade na dupla com André Martins. “Seremos um elo sólido na forte corrente que é a CDU”, garantiu. O número um à Assembleia Municipal recordou também que o município se substituiu ao governo na concretização de várias obras de vulto, como a Escola de Hotelaria e Turismo ou a reabilitação do Convento de Jesus, e elencou as “revoluções” e “revoluçõezinhas” promovidas pelo actual executivo, em áreas como a mobilidade, prevenção de cheias, com a Várzea, a Cidade Europeia do Desporto ou a criação de equipamentos culturais.

“As bases estão lançadas e são sólidas. O povo não esquece.”, afirmou Manuel Pisco, dizendo não ter dúvidas da eleição da candidatura comunista.

 

Jerónimo de Sousa: “Este não é um momento de partida ou de chegada, mas de continuidade”

 

O secretário-geral do PCP puxou pela ideia de que André Martins e Manuel Pisco são uma aposta na continuidade. “Este não é um momento de partida ou de chegada, mas de continuidade da intervenção, trabalho e obra reconhecidos por quem aqui vive e trabalha”, disse Jerónimo de Sousa.

“A obra que ao longo destes sucessivos mandatos está á vista é tão mais valorizável quanto as energias que foi preciso congregar para recuperar uma autarquia deixada, pelo PS, numa situação financeira calamitosa”, afirmou o líder comunista.

A apresentação contou com a actuação de Toy, que expressou publicamente apoio a André Martins.

 

 

Dores Meira deixa implícita importância de maioria absoluta

 

A ainda presidente da Câmara de Setúbal evocou a maioria absoluta como condição para que André Martins e o futuro executivo municipal possam “continuar o trabalho, desenvolvimento e modernização” do concelho.

“Para isso, temos, em absoluto, de lhes dar as necessárias condições para que possam governar sem obstáculos; sem que lhes criem dificuldades que apenas visam limitar o trabalho da CDU”, disse a autarca comunista.

Sobre o trabalho que deixa na cidade, Dores Meira destacou que está à vista.

“Olhem o que é hoje a nossa zona ribeirinha, do Parque Urbano da Albarquel à Doca do Comércio e façam o jogo das diferenças entre o que era aquela zona há vinte anos e o que é hoje”, atirou, rejeitando a ideia de que a obra feita seja mero embelezamento ou apenas no centro da cidade.

 

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -