29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbal“O Chega vai ter candidatos a todas as câmaras municipais do distrito”

“O Chega vai ter candidatos a todas as câmaras municipais do distrito”

O presidente da distrital de Setúbal do partido aponta à eleição de “um vereador em Seixal, Almada e Moita” já em 2021

 

- PUB -

As autárquicas do próximo ano representam uma estreia para o Chega, que apenas ainda disputou umas eleições europeias e umas legislativas (ambas em 2019). Nestas últimas, pelo círculo de Setúbal, o partido arrecadou 7 643 votos (1,98%). Agora, a ambição é muito maior.

“Dentro em breve conseguiremos ser a terceira força política no distrito”, afirma Luís Maurício, 41 anos, comandante da Atlantic Ferries e presidente da comissão política distrital de Setúbal do partido. “Em termos de previsões de votos, estamos muito lá em cima”, garante o responsável.

Até onde pode chegar o Chega no distrito de Setúbal?
Acreditamos que dentro em breve conseguiremos ser a terceira força política no distrito. E vamos lutar por isso.

- PUB -

Em que concelhos irá o partido apresentar candidaturas nas próximas autárquicas?
Vamos concorrer em todos os concelhos. O Chega vai ter candidatos, uma lista, a todas as câmaras municipais do distrito.

Já têm algum cabeça-de-lista definido?
Estamos a começar a constituir os núcleos concelhios. Depois de estarem constituídos e as suas equipas compostas, definiremos os candidatos. Mas isso será decidido entre o presidente da comissão política distrital, o coordenador autárquico e o presidente do partido.

Quais são os núcleos concelhios que estão mais adiantados?
São vários. Almada, Seixal, Setúbal, Barreiro, Montijo, Moita, Sines, Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Sesimbra.

- PUB -

Algum destes está já instalado? O que é que falta?
Vai haver uma convenção e estamos à espera de uma mudança nos estatutos para se poder dar a confirmação oficial destes núcleos concelhios. Mas, estes núcleos já estão a trabalhar no terreno, muitos deles já têm equipas completamente constituídas e vão começar a preparar as presidenciais do nosso candidato, André Ventura.

Quais são as expectativas do Chega para as autárquicas de 2021 e em qual dos concelhos considera que o partido pode vir a obter melhor resultado?
Penso que podemos causar maior impacto nos concelhos de Seixal, Almada e Moita. Aí acreditamos que iremos eleger um vereador. Gostaríamos de poder eleger muitos mais, mas acreditamos que, com o trabalho que se está a produzir no terreno, iremos conseguir eleger um vereador em cada um desses concelhos. E é muito possível que venhamos a conseguir também em Setúbal. Tudo o que vier por acréscimo será sempre uma vitória.

Num distrito tradicionalmente de esquerda, para um partido que é recente e cuja ideologia é associada à direita o mais possível essa ambição não lhe parece elevada?
Somos um partido do povo e queremos mostrar que estamos ao lado do povo em todos os concelhos. No nosso distrito, não seria justo, por exemplo, as pessoas de Grândola não terem candidatos do Chega quando nesse concelho existem pessoas do partido. Temos militantes em todo o distrito e vamos ter candidatos em todos os concelhos. Queremos mostrar a nossa força no distrito de Setúbal. Em termos de previsões de votos, estamos muito lá em cima.

Como vê o facto de o Chega ser rotulado de partido de extrema direita?
Tentam menosprezar o partido. Não percebem que o Chega veio para fazer mudança, para mudar muitas coisas que estão mal no sistema: a questão dos bancos, a corrupção, são temas que poucos gostam de abordar [no parlamento]. André Ventura toca na ferida, toca naquelas conversas que antigamente só se ouviam nos cafés e que agora ouvem-se na Assembleia da República.
Queremos trazer a quarta república a Portugal. Estamos fartos de bancarrota, da corrupção, de casos de pedofilia, estamos fartos das agressões aos agentes da autoridade e de ninguém fazer nada… temos de mudar muita coisa.

Voltando às autárquicas, Nuno Afonso pode ser o candidato do Chega por Setúbal, depois de ter encabeçado a lista por este círculo nas últimas legislativas?
Nuno Afonso merece ser candidato a qualquer câmara do País, pelas qualidades que tem, pelo ser humano que é. Setúbal, como é capital do distrito, ficava-lhe bem. Mas essa será uma decisão a passar pelo presidente do partido.

E Luís Maurício? Está disponível para encabeçar uma lista pelo Barreiro, onde reside?
Vou estar sempre disponível onde o presidente do partido achar que sou necessário. Se achar que devo ser cabeça-de-lista pelo Barreiro, serei com todo o gosto.

Qual vai ser a prioridade de acção do Chega na região?
O combate ao desemprego, à precariedade e às injustiças sociais.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Área Metropolitana de Lisboa assegura transporte rodovidário sadino até chegada da Carris Metropolitana

É necessário "dar continuidade às Autorizações Provisórias até a entrada do novo operador, de forma a evitar a ruptura dos serviços públicos de transporte rodoviário de passageiros no concelho de Setúbal"
- PUB -