8 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalCatarina Martins acredita que BE pode eleger mais vereadores na Margem Sul

Catarina Martins acredita que BE pode eleger mais vereadores na Margem Sul

Coordenadora afirma que “a força do bloco vai melhorar a vida das pessoas,  em cada freguesia e em cada concelho”

 

- PUB -

No jantar distrital do Bloco de Esquerda (BE), que decorreu na passada segunda-feira à noite, 25, no Restaurante ‘O Quintal’, em Setúbal, Catarina Martins enalteceu “o excelente trabalho autárquico feito na Margem Sul”, mostrando-se muito confiante na eleição de mais vereadores do BE nas várias autarquias. “No dia 1 de Outubro, podemos juntar força a esta força e estou
confiante que teremos mais vereadores nas autarquias, com o Luís Cordeiro no Seixal, Joaquim Raminhos na Moita, a Joana Mortágua em Almada, o Mário Durval no Barreiro, e Cipriano Pisco, no Montijo”, disse.

A coordenadora do BE Catarina Martins começou por lembrar que o dia de campanha teve início no Vale da Amoreira, na Moita e no Bairro da Bela Vista, em Setúbal, “sinal claro de que ninguém fica para trás. Não podemos aceitar que haja bolsas de exclusão permanentes”, daí a defesa do direito a uma habitação condigna. “Temos pessoas a viver em condições de miséria, outras à espera de casa e é urgente uma intervenção pública para acabar com a lei dos despejos de Assunção Cristas”, atirou.

No discurso, Catarina Martins exigiu “transportes públicos colectivos de qualidade, que sirvam toda a gente e ainda apoios sociais às crianças, idosos e
pessoas com deficiência”. A coordenadora bloquista frisou que a grande escolha do BE é a devolução do rendimento às famílias. “A grande lição que se
tira é que nenhum país fica melhor, senão respeitar os salários, as pensões e a criação do emprego. E é esta força de fazer o melhor que queremos trazer
para as autarquias. Conhecem o BE e sabem que cada voto confiado ao BE é uma voz em nome de quem tem menos, é a força para melhorar a vida
concreta das pessoas, um compromisso de fazer um concelho
mais igual”, apelou.

- PUB -

 

Sandra Cunha defende que é urgente “virar a página das maiorias absolutas”

Já Sandra Cunha aproveitou a ocasião para tecer duras críticas ao PSD e CDS-PP e às maiorias absolutas. “Basta andar na rua para perceber que PSD e CDS se estão a candidatar ao prémio-mor de hipocrisia política. Aqueles que mais impostos aumentaram, vêm prometer a redução da taxa máxima de IMI e a devolução do IRS. Escutamos na rua o lamento que as maiores absolutas não são a solução”, acrescentando que o aumento do salário mínimo e das pensões são frutos da acção do BE.

- PUB -

A candidata do BE à Câmara de Setúbal reiterou que no toca à habitação, “há uma Setúbal que a gestão camarária quer varrer para debaixo do tapete, a Setúbal dos bairros degradados e sem saneamento básico, mas que pagam IMI”, como o Vale da Rosa, o Bairro do Forte da Belavista e o Bairro da Liberdade. Sandra Cunha defendeu o desenvolvimento de um programa de requalificação urbana e constituição de uma bolsa de arrendamentos controlados para a fixação de jovens.

Relativamente ao plano da mobilidade, Sandra Cunha foi clara. “Os transportes tornaram-se o grande tabu desta campanha. A CDU e a presidente Maria das Dores Meira ainda não responderam ao que vai acontecer em 2019, quando acabar o contrato de concessão com a TST. O BE defende a constituição de um operador municipal ou inter-municipal”, explicou.

Além de Catarina Martins e Sandra Cunha, o evento contou com as intervenções de Joaquim Raminhos (vereador da Moita) e Rosário Amaral, candidata à Assembleia Municipal de Setúbal, antecedidas por um momento musical da responsabilidade de Ezequiel Ferreira.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Caso de gripe das aves detectado em Palmela

A DGAV lembrou que não existem evidências de que a gripe aviária seja transmitida para os humanos através do consumo de alimentos, como carne de aves de capoeira ou ovos

Águas de Moura subiu ao segundo lugar da tabela classificativa

Dos três da frente ninguém conseguiu ganhar e quem tirou partido disso foi a equipa orientada por Gonçalo Cruz que é agora vice-líder da competição.
- PUB -