23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
1.º Festival Luísa Todi leva canto lírico a espaços culturais de todas as freguesias

1.º Festival Luísa Todi leva canto lírico a espaços culturais de todas as freguesias

1.º Festival Luísa Todi leva canto lírico a espaços culturais de todas as freguesias

André Martins revelou que a requalificação da casa onde viveu a sopranista tem sofrido atrasos. Deverá começar em meados de 2024

 

“Valorizar o território e os recursos humanos na área do canto lírico e divulgar e valorizar os artistas setubalenses”, são as intenções de Jorge Salgueiro, director-artístico do Coro
Setúbal Voz, para o 1.º Festival Luísa Todi – Canto Lírico em Setúbal que decorre em vários espaços artísticos da cidade entre 9 e 20 de Janeiro.

- PUB -

Ao adiantar que o programa não tem como objectivo trazer “grandes vedetas” o também director-artístico da primeira edição deste festival explana que um dos princípios “foi mesmo valorizar quem está no território para que todos eles [artistas] tenham oportunidade para trabalhar, mostrar o seu trabalho neste território, para expandirem a sua actividade para o resto do País”.

O envolvimento das artes, nomeadamente o teatro e as artes plásticas, foi outra das intenções para o certa- me que vai fazer apresentações artísticas um pouco por todas as freguesias, por forma a “transfigurar todo o concelho de Setúbal num epicentro de excelência cultural”, esboçou André Martins, presidente da Câmara Municipal de Setúbal.

O autarca deixou agradecimentos ao Rancho Folclórico das Praias do Sado, à Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense, o Casarão, a Escola Lima de Freitas e à Junta de Freguesia de São Sebastião pela cedência do Auditório Bocage, locais por onde vão passar algumas das mostras no senti- do de atrair público que “tradicionalmente, não tem acesso a esta arte”.

- PUB -

Aproveitou a ocasião para revelar que a requalificação da casa onde viveu a sopranista Luísa Todi está a sofrer alguns atrasos, pelo que deverá começar em meados do próximo ano.

Vão ser doze os solistas que vão participar nas várias apresentações ao longo dos doze dias em que decorre o certame. Ana Filipa Leitão, André Henriques, Diogo Oliveira, Helena de Castro, Inês Constantino, João Merino, Maria Inês Beira, Mariana Chaves, Maribel Ortega, Rita Álvaro, Sara Belo e Sara Brites, são os nomes que vão protagonizar alguns dos cantos.

Destaque ainda para a participação do Coro Setúbal Voz, do maestro João Malha e da maestrina Ana Cláudia Sousa. A apresentação de “Luisa Singin’ In The Rain”, pelas 11h00 de 9 de Janeiro, é o momento que marca o início do certame. Aqui, a voz da soprano
Sara Belo vai fazer-se acompanhar do Grupo de Metais. O encerramento vai decorrer pelas 21h00 de 20 de Janeiro com o “Coro de Óperas”, com o Coro Setúbal Voz e narração lírica de Inês Constantino que se fazem acompanhar ao piano com direcção de Ana Cláudia Sousa e texto de Paulo Reis Simões.

- PUB -

Grande parte dos espectáculos terá entrada gratuita, mas há eventos para os quais é necessário adquirir entradas. A partir de 1 de Dezembro estarão à venda os bilhetes para todos os espectáculos pagos, e, nomeadamente, um passe geral no valor de 25 euros que permite a entrada em todos os espectáculos. Estes vão estar disponíveis na Bilheteira Online (BOL).

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -