27 Junho 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraAssembleia Municipal de Jovens reúne escolas do concelho para debater “Sesimbra na...

Assembleia Municipal de Jovens reúne escolas do concelho para debater “Sesimbra na nova era”

Propostas foram aprovadas por unanimidade e serão recomendadas à Câmara Municipal

 

- PUB -

O Cineteatro Municipal João Mota recebeu, no sábado, a 19.ª edição da Assembleia Municipal de Jovens (AMJ), com o tema “Sesimbra na nova era”, que contou com a participação de alunos dos agrupamentos de escolas Navegador Rodrigues Soromenho, Sampaio, Quinta do Conde, Boa Água e Michel Giacometti.

Este ano, a mesa da AMJ é constituída pela presidente, Soraia Dragão, da EB 2,3/S Michel Giacometti, a 1.ª secretária Núria Marques, da EB 2,3 Navegador Rodrigues Soromenho, e o 2.º secretário, Pépio Almeida, EB 2,3 do Castelo.

Entre as propostas apresentadas estiveram o aproveitamento de águas pluviais nos edifícios tutelados pela autarquia, a começar pelos equipamentos escolares, pela EB 2,3/S Michel Giacometti, a criação de um espaço de apoio com jovens voluntários para ajuda a refugiados e população idosa, numa ideia da EB Integrada da Quinta do Conde, e a iniciativa Sesimbra virtual, proposta pela EB 2,3 Navegador Rodrigues Soromenho, com a criação de pequenos vídeos que permitem visitas virtuais a locais emblemáticos do concelho através da utilização de óculos de realidade virtual.

- PUB -

A integrar o leque de projectos constou ainda a criação de um serviço municipal de terapias ocupacionais, destinado a crianças e jovens, gratuitas ou pagas, consoante o escalão do IRS, desenvolvido em parceria com as Juntas de Freguesia do concelho, associações, voluntários e empresas locais, proposta pela Escola Básica Integrada da Boa Água. A EB 2,3 do Castelo propôs a construção de uma ciclovia e de um circuito pedonal que ligue Santana, EB 2,3 do Castelo, ES de Sampaio e o Parque Augusto Pólvora, na Maçã, a encerrar o ciclo de intervenções na tarde de sábado. Todas as propostas, que foram apresentadas, discutidas e aprovadas por unanimidade, serão agora remetidas para a Assembleia Municipal, a fim de serem enviadas como recomendação à Câmara Municipal.

 

Projecto promove melhor conhecimento do poder local

- PUB -

“Este projecto existe porque vocês querem que ele exista”, afirmou João Narciso, presidente da Assembleia Municipal de Sesimbra, em jeito de resumo da participação da comunidade escolar na Assembleia Municipal de Jovens, agradecendo a todos “pela participação, empenho, dedicação e postura sempre extremamente correcta com todos”.

Por sua vez, Francisco Jesus, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra, não pôde estar presente por motivos de saúde mas deixou votos de bom trabalho ao grupo de jovens. “Este projecto é um momento de afirmação das escolas, da educação e do trabalho que se faz no nosso concelho. Este ano, o desafio é bom. Mais do que nós, vocês, jovens, terão um papel fundamental para esta transição digital que se pretende a nível de todo o mundo e Sesimbra não foge à regra”, disse. “Que o vosso trabalho seja profícuo e possa influenciar, criar pistas e dar indicadores a projectos e iniciativas que possam ser implementadas pelo município de Sesimbra”, adiantou.

Odete Graça, também à distância, partilhou que “cada vez mais esta AMJ vai provar que os jovens do concelho de Sesimbra têm vontade, capacidade, competência, ideias e são capazes de operar no futuro uma mudança da nossa sociedade, sobretudo da cidade sesimbrense”.

A AMJ, desenvolvida pela Assembleia Municipal de Sesimbra desde 2003, é um projecto de promoção de cidadania, que proporciona igualmente um melhor conhecimento do concelho e do poder local aos jovens. Ao longo dos anos envolveu mais de 800 alunos do 3.º ciclo do ensino básico e dezenas de professores, abordando temas diversificados como o ambiente, turismo, emprego, cidadania, educação, comunicação, património e cultura.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -