30 Novembro 2021, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraReunião extraordinária da Câmara Municipal de Sesimbra marcada pela atribuição de pelouros

Reunião extraordinária da Câmara Municipal de Sesimbra marcada pela atribuição de pelouros

A próxima reunião ordinária tem lugar a 10 de Novembro

 

- PUB -

Na manhã de ontem, na reunião extraordinária da Câmara Municipal de Sesimbra, antes do período dedicado à ordem de trabalhos do dia, Francisco Jesus (CDU), presidente do município sesimbrense, informou que “resultado da deliberação de câmara de dia 22 já haviam sido emitidos os despachos respeitantes à designação dos vereadores em regime de tempo inteiro e de meio tempo bem como à distribuição dos pelouros pelo presidente e pelos respectivos vereadores”.

O autarca explicou que “a cada um dos vereadores corresponde um despacho. É uma novidade, resultado de um acerto necessário relativamente à delegação de competências e sub-delegação de competências. Normalmente ficavam repartidas em dois ou três vereadores mas agora teve de ser burilado por existirem matérias presentes em mais do que um pelouro”.

À vereadora Felícia Costa (CDU), em regime de tempo inteiro, foram entregues os serviços respeitantes à divisão da educação com as respectivas unidades técnicas, à divisão de habitação, acção social e saúde e à divisão de gestão de recursos humanos, também com as respectivas unidades técnicas.

- PUB -

José Polido (CDU), por sua vez, ficará com as unidades orgânicas respeitantes ao departamento de administração e finanças, com as respectivas divisões e unidades técnicas, à divisão de logística e gestão de frota, e à divisão de ambiente urbano, também com a respectiva unidade técnica.

O vereador, também a tempo inteiro, ficará ainda responsável pelo gabinete médico veterinário e pela unidade técnica de apoio ao empresário, pescas e ruralidade.

As unidades orgânicas da divisão de águas e saneamento, incluindo as duas unidades técnicas, e da divisão de fiscalização municipal ficam a cargo do vereador Nélson Pólvora (PS), igualmente em regime de tempo inteiro.

- PUB -

Os vereadores Argentina Marques e Miguel Fernandes (ambos PS) ficarão em regime de meio tempo. À primeira foram atribuídas as unidades orgânicas do gabinete de turismo e a unidade técnica de economia local e gestão de equipamentos, enquanto o segundo terá as unidades orgânicas do gabinete de tecnologias e sistemas de informação e o projecto municipal das AUGI como sua responsabilidade.

Francisco Jesus terminou a intervenção dizendo que ficará “com o remanescente dos pelouros respectivos e dos serviços da Câmara Municipal, só com uma nuance, o serviço de apoio à Câmara Municipal, que está dentro do departamento de administração e finanças e que fica sempre com administração por parte do presidente da Câmara Municipal”.

Concessão do Cabo Espichel já com proposta

Questionado por Argentina Marques sobre em que ponto se encontra a situação do Cabo Espichel, Francisco Jesus informou que o concurso terminou, com dois concorrentes a submeter propostas mas apenas uma candidatura válida.

“Há uma entidade, a única candidatura que foi válida, que apresentou uma proposta e já nos contactou, estamos a aguardar o agendamento de uma reunião para percebermos efectivamente qual será a real vontade e o seguimento sobre esta mesma proposta”, explicou, adiantando que o projecto “tem um espectro grande que pode ser, de acordo com o caderno de encargos, implementado no local desde um hotel a um alojamento local, tal como pode também ter ligação à restauração.

A margem neste sentido foi muito ampla, embora com muitas reservas por parte dos termos de referência da Direcção Geral do Património Cultural. Nem tudo se pode lá fazer”.

O presidente partilhou ainda que “a autarquia tinha já noção desta situação, contrariamente àquilo que foi dito na opinião pública e tal traduz-se na não apresentação de muitas propostas. Neste momento, vamos perceber a perspectiva do promotor, que terá depois de apresentar um projecto relativamente à operação que pretende tramitar mas que terá de ser sempre turística”.

Edifício n.º 1 da Rua Dr. Aníbal Esmeriz classificado monumento

Entre a ordem de trabalhos da reunião estava a proposta para classificação na categoria de monumento de interesse municipal o edifício n.º 1 da Rua Dr. Aníbal Esmeriz, à luz do que dispõe a Lei de Bases da Política e do Regime de Protecção e Valorização do Património Cultural, que foi aprovada por unanimidade.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -