26 Outubro 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Sesimbra Novo Centro de Saúde da Quinta do Conde vai a discussão na...

Novo Centro de Saúde da Quinta do Conde vai a discussão na Assembleia da República esta sexta-feira

Petição da comissão de utentes, com 4 190 assinaturas, vai ser apreciada no parlamento

 

- PUB -

A Assembleia da República discute amanhã, em plenário, a partir das 10 horas, a petição da Comissão Representativa dos Utentes dos Serviços Públicos de Saúde da Quinta do Conde (CRUSPSQC), na qual se requer urgência na construção de um novo centro de saúde na vila quintacondense.

A apreciação da petição n.º 41/ XIV/1.ª, que recebeu cerca de 4 190 assinaturas poderá ser acompanhada através do Canal Parlamento, disponível na TDT, nos canais por cabo, no sítio da internet da Assembleia da República, na área do Canal Parlamento ou na página do Facebook do Canal Parlamento, “atendendo às medidas de prevenção da pandemia da covid-19, que ainda implicam restrições e condicionalismos à permanência e circulação nos diversos espaços da Assembleia da República”, como pode ler-se em informação prestada pela Assembleia da República.

Na petição, a Comissão de Utentes de Saúde apela à “urgência da construção de um novo centro de saúde, para o qual a Câmara Municipal de Sesimbra já se comprometeu na cedência de terreno e projecto, dotando-o de recursos humanos adequados”, sem esquecer a “criação de uma urgência básica no centro de saúde, porque os quintacondenses, a partir das 20 horas, e em fins-de-semana ou feriados, não têm qualquer tipo de assistência clínica, tendo que se dirigir para o mais perto, que é o Hospital de São Bernardo, em Setúbal, que se situa a mais de 20 quilómetros”.

- PUB -

Da reunião com a Comissão de Saúde da Assembleia da República, a Comissão de Utentes de Saúde da Quinta do Conde diz a O SETUBALENSE que “ressaltou a concordância de todas as forças políticas presentes – PS, PSD e PCP – com as nossas reivindicações, sublinhando a sua justeza e pertinência e garantindo-nos que tudo farão para que os respectivos Grupos Parlamentares votassem favoravelmente a sua aprovação”.

Sobre o que acontecerá esta sexta-feira, a Comissão Representativa dos Utentes dos Serviços Públicos da Saúde na Quinta do Conde espera que “nesta apreciação da nossa petição os deputados sigam aquilo que os seus representantes na Comissão de Saúde apoiaram”.

A Quinta do Conde tem neste momento um centro de saúde com duas unidades, a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) e a Unidade de Saúde Familiar (USF tipo B), a funcionarem nas mesmas instalações.

- PUB -

Concurso lançado para nova Unidade de Saúde Familiar

No entretanto, o concurso público para construção da nova Unidade de Saúde Familiar da Quinta do Conde foi lançado no dia 28 de Setembro, com valor base de 992 mil euros mais IVA e prazo de execução de um ano.

A operação tem uma candidatura aprovada ao Lisboa2020, cuja comparticipação poderá atingir 50 por cento do valor total, e a autarquia vai colaborar com a cedência das parcelas de terreno necessárias e com o compromisso da requalificação dos espaços exteriores na envolvente.

A concretização deste projecto, que aguardava há quase um ano pela autorização do Ministério das Finanças, resulta de um longo processo negocial entre a Câmara Municipal de Sesimbra e a Administração Regional de Saúde, na sequência de outras operações em curso no concelho.

A nova unidade de saúde vai localizar-se entre a Avenida Cova dos Vidros e a Rua D. João IV, num espaço que engloba a parcela de terreno ocupada pelo antigo edifício do centro de saúde, que será demolido pelo estado de degradação que apresenta, e por mais duas parcelas cedidas pelo município.

O edifício, de planta rectangular, terá uma área de implantação de 593 metros quadrados e área bruta de 782 metros quadrados. Será dividido em dois pisos com dois pequenos pátios interiores.

A entrada principal será feita a nascente, em frente ao jardim público, e a entrada de serviço pela ala sul do edifício.

No piso inferior, funcionará a recepção, sala de espera, salas de tratamentos, gabinetes de consulta, gabinetes de enfermagem e todas as áreas de apoio e instalações sanitárias.

No piso superior, ficarão os espaços destinados ao pessoal da unidade, como vestiários, copa, sala de reuniões, secretariado, sala de sistemas e arquivo.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Leonor Amado foi encontrada viva hoje de manhã caída num penhasco em Palmela

A idossa foi socorrida pelos Bombeiros de Palmela, tendo sido levada para os Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, de onde teve alta ainda hoje cerca das 20h00

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Última Hora: Vitória aprova venda de 89% da SAD a investidor

Superpolícias da esquadra do Montijo sagram-se campeões europeus de jiu-jitsu

Ouro de José Peres e João Pavia soma a méritos profissionais: um já salvou uma vida humana; o outro efectou detenções fora de serviço
- PUB -