29 Junho 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraIncêndio na zona da Lagoa de Albufeira ainda sem causa conhecida

Incêndio na zona da Lagoa de Albufeira ainda sem causa conhecida

A combater as chamas durante a tarde da passada segunda-feira estiveram 133 operacionais, 41 viaturas e 7 meios aéreos

 

- PUB -

O incêndio que deflagrou na segunda-feira na zona da Lagoa de Albufeira, em Sesimbra, foi dado como dominado durante a tarde do mesmo dia, mas os trabalhos de controlo e prevenção prolongaram-se durante a noite. Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente, Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e autoridades locais estão agora a averiguar a área ardida e as causas prováveis do fogo, que começou pelas 15h00.

Durante o pico do combate às chamas, que ocorreu pelas 18h00, estiveram no local 133 operacionais, 7 meios aéreos e 41 viaturas de corporações locais. Mais do que as condições climatéricas, a grande dificuldade para os bombeiros foram as dificuldades no acesso ao local. A zona envolvente da Lagoa de Albufeira é caraterizada por ser uma área florestal e com muitas dunas, o que complicou uma deslocação mais rápida.

As primeiras chamas deflagraram pelas 15h22, com o primeiro alerta a ser dado alguns minutos depois, pelas 15h34. De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro de Setúbal, depois de algumas horas no local, o incêndio foi dado como controlado por volta das 19h00, mas uma equipa de operacionais continuou no local durante a noite e permaneceu até ontem, mantendo ativos os trabalhos de rescaldo e vigilância, de modo a minimizar os riscos de um reacendimento.

- PUB -

Fogo fora de época

Terminado o período mais crítico da época de incêndios em Portugal, que é definido entre os dias 1 de Julho e 30 de Setembro, é possível concluir que o incêndio da passada segunda-feira não pode ser encarado como caso habitual no município. De acordo com o CDOS, durante os meses de Verão foram apenas registadas ocorrências pontuais no concelho, a maioria delas iniciadas na sequência de pequenas queimadas e resolvidas com uma atuação rápida dos bombeiros locais.

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

Revolta no velório de Jéssica obriga à presença de bombeiros e polícia

Avó paterna e alguns populares revoltam-se com mãe da criança durante a cerimónia fúnebre
- PUB -