2 Outubro 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalSesimbraFrancisco Varatojo desapareceu a fazer mergulho em Sesimbra

Francisco Varatojo desapareceu a fazer mergulho em Sesimbra

Um homem desapareceu hoje na zona do Cabo Espichel, em Sesimbra, quando estava a fazer mergulho com um grupo de amigos, disse o capitão do Porto de Setúbal, com a escola de mergulho a confirmar que se trata de Francisco Varatojo, director do Instituto Macrobiótico de Portugal.

“Ao final da manhã de hoje ocorreu um acidente de mergulho. Quatro pessoas estavam na zona a fazer mergulho, dois a dois, até que deram por falta de um deles. Mergulharam de imediato, mas já não o viram”, disse Luís Nicholson Lavrador, capitão do Porto de Setúbal.

- PUB -

O mergulhador desapareceu na zona da Pedra de Arcangil, entre o Cabo Espichel e o Porto da Baleeira.

Leandro Pereira, da escola de mergulho Megadive, confirmou que o mergulhador desaparecido se trata de Francisco Varatojo, director do Instituto Macrobiótico de Portugal.

“Infelizmente posso confirmar que o mergulhador desaparecido é o senhor Francisco Varatojo, numa situação que lamentamos muito. Era um grupo que costumava mergulhar e hoje foram sete que sairão para fazer mergulho”, afirmou.

- PUB -

Luís Nicholson Lavrador referiu que receberam a informação da escola de mergulho que o mergulhador desaparecido se trata de Francisco Varatojo, mas as autoridades não confirmaram a identidade do desaparecido.

Segundo o capitão do porto de Setúbal, as autoridades foram logo contactadas e de imediato foi para o local uma equipa de mergulho da Polícia Marítima, apoiada por uma lancha e uma moto de água.

“De seguida, juntaram-se às buscas uma lancha da Polícia Marítima, o navio Orion da Marinha e foi solicitado a presença de um helicóptero da Força Aérea”, explicou.

- PUB -

Luís Nicholson Lavrador referiu que as buscas continuam a decorrer.

“Já efectuámos três mergulhos hoje e planeamos fazer ainda mais dois, mas até ao momento ainda não detectámos nada”, salientou.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -