17 Maio 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSeixalJovens defendem medidas activas para identificar e desmentir notícias falsas

Jovens defendem medidas activas para identificar e desmentir notícias falsas

As medidas aprovadas no Parlamento dos Jovens, no Seixal, vão subir a plenário da Assembleia da República, em Maio

 

- PUB -

Os jovens decidiram! “É preciso aumentar a consciencialização sobre a problemática das ‘Fake News’, e melhorar o conhecimento sobre esta temática”. Esta a primeira medida que saiu do Parlamento dos Jovens, que reuniu no Seixal, a 22 de Março, numa sessão que envolveu 21 escolas do ensino secundário do Distrito de Setúbal.

Os 45 jovens deputados debateram o tema “Fake News: o impacto da desinformação na democracia”, e aprovaram o Projecto de Recomendação a submeter à Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens, marcada para 30 e 31 de Maio na Assembleia da República, em que o primeiro dia é dedicado a reuniões de comissões, e o segundo dia à realização da sessão plenária onde é aprovada a recomendação final sobre o tema em debate.

Para aumentar o conhecimento sobre o que são “Fake News”, consideram os jovens que é necessário que a Assembleia da República promova “campanhas e workshops em escolas e postos de trabalho”, sendo estas “realizadas por estudantes e entidades pertencentes à área da política”.

- PUB -

Quanto ao processo e conteúdo destas acções, deve ser “dinâmico e interactivo” e “adaptado de acordo com o público-alvo” de forma a “informar mais detalhadamente acerca da desinformação no seio da democracia”, refere documento do Instituto Português do Desporto e Juventude Serviço de Setúbal, Centro de Juventude de Lisboa, com as conclusões do encontro no Seixal.

Os jovens deputados decidiram ainda a “colocação de avisos em publicações nas redes sociais, para alertar para a existência de informações falsas”. Os quais devem figurar nas redes sociais e com “alertas em qualquer tipo de publicação que potencialmente inclua informações falsas”.

Avisos estes a serem “controlados pelo departamento responsável pela protecção dos usuários nas redes sociais, de modo a informar os utilizadores acerca da potencial existência de notícias de carácter falso, sendo que as publicações passariam por uma avaliação prévia”.

- PUB -

A formação de professores no âmbito da desinformação é outra das medidas protagonizada pelos jovens, que pretendem ainda a criação de uma “plataforma de ‘fact checking’, conjugada com um maior investimento e aproveitamento da inteligência artificial, de forma a assegurar uma fiabilidade cada vez maior”.

O parlamento dos Jovens aprovou também a proposta de tema “Saúde Mental na Adolescência” para a próxima edição, e elegeram os deputados que representarão o Círculo Eleitoral do Distrito de Setúbal, tendo sido eleitas três escolas e duas suplentes.

Como efectivas ficaram o Colégio St. Peter’s School, em Setúbal, com os deputados Luís Bravo (porta-voz) e Martim Lourenço, o Agrupamento de Escolas de Santo André, Barreiro, com os deputados Diogo Gonçalves e Joana Costa e a Escola Secundária du Bocage, Setúbal, com os deputados Afonso Ilhéu e Nuno Calado.

Como suplentes ficaram a Escola Secundária de Monte da Caparica, Almada, com os deputados Camila Meireles e Bruno Souza e a Escola Secundária Jorge Peixinho, Montijo, com os deputados Maria Inês Lopes e Alexandra Gonçalves.

No Parlamentos dos Jovens que decorreu no auditório dos serviços centrais da Câmara do Seixal, participaram sessenta e seis jovens e vinte e um professores.

A sessão contou ainda com a presença da deputada da Assembleia da República, Joana Mortágua, do Bloco de Esquerda, vice-presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva, do delegado regional da Direcção Geral dos Estabelecimentos Escolares, Bruno Santos, e da directora regional de Lisboa e Vale do Tejo do Instituto Português do Desporto e Juventude, Eduarda Marques.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas

“A Judiciária que investigue, não temos nada a esconder”

Igor Khashin e Yulia Khashina falam pela primeira vez após o inicio da polémica

Matias Damásio a abrir com The Gift pelo meio e Dulce Pontes a fechar as Festas de São Pedro

Calendário das três actuações está definido. Depois de dois anos de interregno, a tradição volta a ser o que era
- PUB -