25 Fevereiro 2024, Domingo
- PUB -
InícioLocalSeixalMoradores de Santa Marta do Pinhal recolhem alimentos para ajudar famílias carenciadas...

Moradores de Santa Marta do Pinhal recolhem alimentos para ajudar famílias carenciadas de Corroios

A iniciativa envolve o comércio local com a finalidade de ajudar as famílias fragilizadas com a pandemia

 

- PUB -

A Associação de Moradores de Santa Marta do Pinhal está a preparar uma acção de recolha de alimentos e bens essenciais não perecíveis, a 5 e 12 de Março, com o intuito de ajudar as famílias carenciadas da freguesia de Corroios.

Os voluntários da associação estarão distribuídos pelas quatro mercearias aderentes da Rua Santiago Kastner, ‘Boa Turma’, ‘Bi Ulisses’ e ‘Minimercado Tradicional’, no dia 5, e ‘Super Mimocas’, no dia 12, entre as 9h00 e as 13h00.

Além de alimentos não perecíveis, artigos de higiene pessoal estão entre a lista dos produtos desejados. Todos os bens recolhidos serão mobilizados para a Loja Social de Corroios – uma estrutura dinamizada pela Junta de Freguesia – que, posteriormente, fará a entrega às famílias referenciadas.

- PUB -

O presidente da direcção da associação, Filipe Ginga, adiantou a O SETUBALENSE que, além da promoção do comércio local, o objectivo da campanha é apoiar quem ficou fragilizado com a pandemia provocada pela covid-19.

“A situação não está muito fácil para muitas famílias em Santa Marta do Pinhal. Durante o primeiro confinamento, muitas pessoas perderam o emprego e houve bastantes divórcios”, revela Filipe Ginga.

“Quem precisou de alimentos recorreu à Loja Social de Corroios, mas houve momentos em que a loja esteve sem ‘stock’”. Já em 2020, a Associação de Moradores de Santa Marta do Pinhal, em parceria com a Junta de Freguesia de Corroios, iniciou um conjunto de iniciativas para combater a escassez de alimentos disponível para os mais necessitados e o resultado foi considerável.

- PUB -

“As anteriores recolhas correram bastante bem. Numa delas, conseguimos encher uma carrinha da Junta de Freguesia com artigos de bebé e criança”, explica o presidente da associação. À semelhança das iniciativas anteriores, Filipe Ginga espera uma “adesão significativa” por parte dos moradores de Santa Marta do Pinhal.

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local

Suspeito de morte de menino em Setúbal será tio da criança

Homem está identificado pelas autoridades e colocou-se em fuga. Disparo de caçadeira terá sido feito para assustar rival
- PUB -