21 Maio 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalSeixalMoradores de Santa Marta do Pinhal recolhem alimentos para ajudar famílias carenciadas...

Moradores de Santa Marta do Pinhal recolhem alimentos para ajudar famílias carenciadas de Corroios

A iniciativa envolve o comércio local com a finalidade de ajudar as famílias fragilizadas com a pandemia

 

- PUB -

A Associação de Moradores de Santa Marta do Pinhal está a preparar uma acção de recolha de alimentos e bens essenciais não perecíveis, a 5 e 12 de Março, com o intuito de ajudar as famílias carenciadas da freguesia de Corroios.

Os voluntários da associação estarão distribuídos pelas quatro mercearias aderentes da Rua Santiago Kastner, ‘Boa Turma’, ‘Bi Ulisses’ e ‘Minimercado Tradicional’, no dia 5, e ‘Super Mimocas’, no dia 12, entre as 9h00 e as 13h00.

Além de alimentos não perecíveis, artigos de higiene pessoal estão entre a lista dos produtos desejados. Todos os bens recolhidos serão mobilizados para a Loja Social de Corroios – uma estrutura dinamizada pela Junta de Freguesia – que, posteriormente, fará a entrega às famílias referenciadas.

- PUB -

O presidente da direcção da associação, Filipe Ginga, adiantou a O SETUBALENSE que, além da promoção do comércio local, o objectivo da campanha é apoiar quem ficou fragilizado com a pandemia provocada pela covid-19.

“A situação não está muito fácil para muitas famílias em Santa Marta do Pinhal. Durante o primeiro confinamento, muitas pessoas perderam o emprego e houve bastantes divórcios”, revela Filipe Ginga.

“Quem precisou de alimentos recorreu à Loja Social de Corroios, mas houve momentos em que a loja esteve sem ‘stock’”. Já em 2020, a Associação de Moradores de Santa Marta do Pinhal, em parceria com a Junta de Freguesia de Corroios, iniciou um conjunto de iniciativas para combater a escassez de alimentos disponível para os mais necessitados e o resultado foi considerável.

- PUB -

“As anteriores recolhas correram bastante bem. Numa delas, conseguimos encher uma carrinha da Junta de Freguesia com artigos de bebé e criança”, explica o presidente da associação. À semelhança das iniciativas anteriores, Filipe Ginga espera uma “adesão significativa” por parte dos moradores de Santa Marta do Pinhal.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos
- PUB -