20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSeixalTeatro Bocage leva história da música ao palco do Cinema S. Vicente...

Teatro Bocage leva história da música ao palco do Cinema S. Vicente para os mais novos

A Companhia de Teatro Bocage, de Lisboa, vai estar no palco do Cinema S. Vicente, no Seixal, com a peça “A Alegre História da Música em 62 Minutos”.

- PUB -

O espectáculo, marcado para 30 de Janeiro, às 11h00, destina-se a maiores de 6 anos e é organizado pelo Animateatro – Companhia de Teatro. “Os espectáculos para os mais novos são e serão uma prioridade da autarquia, pois o direito à cultura é essencial para uma melhor formação cidadã”, comenta o presidente da Câmara do Seixal, Joaquim Santos.

“A Alegre História da Música em 62 Minutos” é uma adaptação, divertida, para o teatro do livro “História da Música em Banda Desenhada da Pré-história à Actualidade”.

Em palco vão estar três personagens que, com ajuda de um narrador, vão desvendar e contar aos espectadores a evolução da música; uma manifestação artística que acompanha a humanidade desde a pré-história, e como começaram a ser construídos os primeiros instrumentos musicais.

- PUB -

“Esta peça traça, de modo breve, claro e divertido, a evolução das formas musicais no Ocidente através de uma cronologia dos seus principais criadores, confundindo-se a sua história com a própria história do Homem”, explica a organização.

As reservas de bilhetes devem ser efectuadas de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00, sendo o custo do ingresso de 5 euros.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas
- PUB -