23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Trabalhadores da Autoeuropa querem aumento de 8% em 2024 com mínimo de 110 euros

Trabalhadores da Autoeuropa querem aumento de 8% em 2024 com mínimo de 110 euros

Trabalhadores da Autoeuropa querem aumento de 8% em 2024 com mínimo de 110 euros

“Cabe agora à Administração ir ao encontro daquilo que são as nossas reivindicações”

 

A Comissão de Trabalhadores (CT) da Autoeuropa quer um aumento salarial de 8% em 2024, com um mínimo de 110 euros por trabalhador, revelou esta quarta-feira o coordenador daquele órgão representativo dos trabalhadores da fábrica de Palmela à agência Lusa.

- PUB -

“Tendo em conta o esforço e a resposta positiva que os trabalhadores da Autoeuropa deram às adversidades que a empresa passou nos últimos tempos, cabe agora à Administração ir ao encontro daquilo que são as nossas reivindicações”, disse Rogério Nogueira.

“O caderno reivindicativo, que foi aprovado nos dias 12 e 13 de Dezembro em quatro plenários por uma larga maioria dos trabalhadores, representa, no seu todo, as nossas justas e merecidas reivindicações”, acrescentou.

O documento, que foi entregue na passada sexta-feira à administração da empresa, exige um aumento salarial de 8%, com base numa actualização prévia de 3% das tabelas salariais de 2021 e 2022, devido à taxa de inflação registada naqueles dois anos, bem como outras reivindicações laborais e pecuniárias.

- PUB -

Os trabalhadores da Autoeuropa exigem também que a empresa se comprometa a “manter a sua postura activa de desenvolvimento e apoio a fornecedores nacionais para aumentar a incorporação nacional nos produtos da fábrica” e que garanta, até final do próximo ano, a atribuição de um “carro eléctrico”, que permita assegurar a estabilidade e a criação de emprego na fábrica do grupo alemão Volkswagen em Palmela.

O novo acordo laboral, que deverá ser válido até 31 de Dezembro de 2024, só começa a ser negociado com a administração da Autoeuropa a partir de meados de Janeiro, dado que a produção da fábrica foi interrompida no passado domingo, devido à quadra natalícia, estando o reinício da actividade previsto para dia 6 de Janeiro de 2024.

Em comunicado divulgado esta semana, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE Sul), considera que a administração da fábrica da Volkswagen “não terá margem para não responder de forma positiva às justas reivindicações” dos trabalhadores, face aos resultados de anos anteriores e deste ano de 2023, em que a Autoeuropa produziu mais de 220.000 automóveis.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -