13 Junho 2024, Quinta-feira

- PUB -
Executivo municipal apadrinha inauguração de posto de carregamento eléctrico para veículos

Executivo municipal apadrinha inauguração de posto de carregamento eléctrico para veículos

Executivo municipal apadrinha inauguração de posto de carregamento eléctrico para veículos

Equipamento foi instalado em Águas de Moura. Comitiva passou ainda por Cajados e Fernando Pó

O executivo municipal, liderado pelo presidente Álvaro Amaro, visitou na passada quarta-feira vários pontos de Marateca, no âmbito de uma semana de trabalho de proximidade dedicada àquela freguesia.

Um autocarro municipal transportou toda a equipa até Águas de Moura, com um dos focos direccionado para a perspectiva da mobilidade sustentável – a comitiva particpou na inauguração da estação de carregamento ultra-rápido para veículos eléctricos implementada na localidade. Álvaro Amaro realçou a importância daquele posto para a visibilidade de Águas de Moura, uma vez que as pessoas, que passam nas estradas nacionais próximas, podem ali carregar o veículo. Com esta estação, da entidade gestora da rede de mobilidade eléctrica Mobi.E e operada pela Sunenergy – empresa portuguesa especialista em soluções de produção solar de energia eléctrica – demora-se cerca de 20 minutos a ter 80% do carregamento das viaturas concluído.

- PUB -

No mesmo local está patente um monumento que, em 2018, ganhou o concurso de árvore europeia do ano – O Assobiador, um sobreiro com idade estimada de 238 anos, que Álvaro Amaro lembrou ser “património, classificado e muito protegido”. Para a manutenção deste espécime, cuja gestão é feita pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) por ser considerada árvore de interesse público, foram necessárias autorizações, com o edil a sublinhar que “a poda” era necessária para a segurança de todos os que frequentam o local. Conhecido também como “Casamenteiro”, o exemplar, adianta a autarquia, “tem mais de 16 metros de altura, um perímetro superior a 5 metros na base e uma copa impressionante, que alberga muitas espécies de aves”.

A viagem seguiu até Cajados, com passagem pela Travessa 1.º de Maio, Rua 25 de Abril, Estrada Nacional 10 e parte da Rua 9 de Março, que beneficiaram de obras de ampliação da rede de esgotos, numa empreitada cuja 1.ª fase já está finalizada e ascendeu a cerca de 700 mil euros de investimento.

A autarquia assumiu que este trabalho “tem sido um desafio”, pela dispersão das casas, que implica “cotas profundas” e resultou, dada a profundidade de escavação e a pouca compactação do solo. Também uma estação elevatória foi colocada na localidade, com as águas residuais a “serem encaminhadas para a ETAR da Gâmbia, mediante um acordo com Setúbal”. A 2.ª fase da intervenção, que irá iniciar-se brevemente, vai abranger a Travessa e Rua 5 de Outubro e parte da Rua 9 de Março.

- PUB -

Casa Ermelinda Freitas investe 1 M€

O périplo preparado para este dia prosseguiu em Fernando Pó, com a visita à Casa Ermelinda Freitas e a apresentação de um projecto, protocolado com o município de Palmela, a SIMARSUL e a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), que permite definir as condições de descargas de efluentes e fazer a gestão, assim como implementar medidas, para que todo o sistema de tratamento aconteça conforme as normas na rede municipal. Para assegurar todas as condições necessárias, foram investidos, na totalidade de todo o sistema, pela Casa Ermelinda Freitas, mais de 1 milhão de euros.

Humus Farm – uma quinta orgânica, em Fernando Pó, foi o destino final da deslocação à Marateca, com a autarquia a sublinhar, mais uma vez, a importância dos pequenos negócios, que geram economia e turismo, nas pequenas localidades. Este refúgio conta com espaços para eventos e casas para alojamento, mas também com uma loja, com fruta e vegetais orgânicos. Para 2023, está previsto um alargamento do estabelecimento para receber hóspedes – que, na sua maioria, são estrangeiros – e o desenvolvimento de várias e novas actividades, relacionadas com o enoturismo e a valorização da região.

- PUB -

A semana de trabalho descentralizado dedicada à Marateca iniciou-se com a inauguração do Centro Comunitário de Águas de Moura. Ao longo da semana foram realizadas várias reuniões com agentes económicos e associativos, e efectuado o habitual atendimento ao público.

Modernização Infraestruturas de Portugal apresentou plano para troço Poceirão-Bombel

Outra das acções dinamizadas pela autarquia, no âmbito da semana dedicada à Marateca, foi a apresentação do plano de modernização do troço da linha ferroviária do Alentejo entre Poceirão e Bombel, que esteve a cargo da Infraestruturas de Portugal (IP).

A sessão decorreu na quinta-feira, 26, no Pavilhão da Associação Cultural e Recreativa de Fernando Pó.

O plano contempla a eliminação de “cinco passagens de nível” e a construção dos “respectivos restabelecimentos rodoviários”, no troço que, lembrou a IP, “atravessa os concelhos de Vendas Novas, Montijo, Palmela e Setúbal” numa extensão de “22 quilómetros”, a que “acresce a Concordância do Poceirão, entre a linha do Alentejo e a bifurcação de Águas de Moura-Sul com 8 quilómetros”.

A empreitada vai também permitir “duplicar a linha do Alentejo entre Poceirão e Bombel e a linha do Sul/ Concordância do Poceirão”, assim como aumentar a “velocidade entre as estações”. Previstas estão ainda a “adaptação da estação de Pegões e dos apeadeiros de Fernando Pó e S. João das Craveiras para serviço comercial de passageiros”, a “ampliação do layout da estação de Bombel e alteração do layout da estação de Poceirão”, além da “construção de nova estação técnica na bifurcação de Águas de Moura-Sul”.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -