4 Dezembro 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalPalmelaMostra Internacional “Cão Amarelo” traz cinema alternativo ao Pinhal Novo

Mostra Internacional “Cão Amarelo” traz cinema alternativo ao Pinhal Novo

Programação para os dias 4, 5 e 6 de Novembro inclui curtas-metragens, exposições e oficinas

Curtas-metragens, conferências, exposições, ateliers e concertos em diferentes locais da freguesia compõem o programa da sexta edição da Mostra Internacional de Cinema Alternativo “Cão Amarelo”.

- PUB -

“Esta mostra existe com o objectivo de partilhar o cinema alternativo não só português mas também internacional com a comunidade. A 5 de Novembro será o dia mais forte, assinala-se o Dia Mundial do Cinema e também por esse motivo apontámos a realização do ‘Cão Amarelo’ para esse fim de semana”, começou por dizer Daniel Fulgêncio Silva, director da mostra, a par de Joana Dias, ambos parte integrante da Associação Juvenil Odisseia, entidade dinamizadora do festival. “Vão ser três dias de grande euforia. A última edição que realizámos foi em 2018, depois seria em 2020 mas devido à pandemia não aconteceu e por isso agora fizemos todo um trabalho de reavivar contactos e ligações”, acrescentou.

O evento, que tem como objectivo apresentar o cinema alternativo realizado em diversos países europeus e até mesmo fora da Europa, conta este ano com participações provenientes da Croácia, Espanha, França, Hungria, Irlanda, Angola e Portugal e exibições divididas entre o Auditório Municipal de Pinhal Novo Rui Guerreiro e a Adega ASL.Tomé.

Foram, neste sentido, contactadas 25 escolas nacionais, cerca de 250 internacionais, 35 cineclubes e 50 realizadores independentes e a mostra conta com um total de 10 parceiros directos. “Estamos a preparar oficinas ligadas ao cinema com Matilde Calado, realizadora e produtora da vila, e Jasminka Bijelie Ljubie, uma convidada croata que vem dinamizar oficinas e acompanhar as escolas primárias. No dia 4 de manhã tencionamos que as sessões aconteçam para as crianças, uma vez que o festival só abre à noite, e depois se repitam no domingo de manhã, com o objectivo de tentar integrar todos”, partilharam.

- PUB -

Para além da criação da mascote do Cão Amarelo em 3D, da autoria dos artistas locais João Palmela e Kim Prisu, que assinou todos os cartazes da mostra até ao momento, entre as novidades deste ano está ainda a participação de quatro voluntários. “Para além da equipa da Odisseia, tentámos chamar mais jovens para se juntarem ao projecto, para que este se concretize em colaboração com os jovens locais”, explicou Joana Dias, para depois adiantar que “não querendo roubar o foco ao cinema, teremos depois das sessões outras actividades, como stand-up e momentos musicais. A Adega é uma casa ligada à cultura e pensámos que fazia sentido. Depois de ver cinema, vamos rir e estar todos juntos, que no fundo é o objectivo da mostra”.

Na Adega ASL.Tomé está também patente uma exposição desenvolvida pelos alunos de artes da Escola Secundária de Pinhal Novo, “resultante de um desafio que lançámos à turma, só lhes demos ‘cinema’ e ‘Cão Amarelo’ como pistas e a partir daí eles criaram”. Por seu turno, a sede da Odisseia recebeu um mural alusivo à mostra, também pintado por Kim Prisu e pelos jovens da associação.

 

- PUB -

“Um projecto único no nosso território”

Presente no momento de apresentação esteve João Pedro Espalha, em representação da Junta de Freguesia de Pinhal Novo, que manifestou “uma palavra de incentivo e apreço à mostra. Conheço o projecto por dentro e é um projecto único que temos no nosso território” e a disponibilidade da Junta para “promover, divulgar e apoiar o ‘Cão Amarelo”, considerando que tal deve ser feito “tanto no Pinhal Novo como além fronteiras, que é isso que estão a fazer nesta edição e muito bem”.

O tesoureiro do executivo aproveitou ainda o momento para agradecer à ASL.Tomé “por acolher a apresentação da mostra. Temos muitos lugares de cultura no Pinhal Novo mas este nos últimos tempos tem sido um grande lugar de cultura, tem sido das casas que mais tem acolhido eventos culturais, principalmente iniciativas da Associação Juvenil Odisseia”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.
- PUB -