6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaAutarquia explica em sessão 'on-line' como marcar refeições escolares na plataforma SIGA

Autarquia explica em sessão ‘on-line’ como marcar refeições escolares na plataforma SIGA

Acção decorre esta quinta-feira em dois horários: um para docentes e não docentes, e outro para encarregados de educação

A Câmara Municipal de Palmela vai realizar, nesta quinta-feira, uma acção informativa “on-line”, através da plataforma Teams, sobre as alterações que vão ser introduzidas este ano no acesso às refeições escolares. Segundo a autarquia, a acção, que tem como tema “Refeições escolares: o que muda no ano lectivo 2022-2023”, vai decorrer “em dois horários: das 14h30 às 15h00, para docentes e não docentes; e das 18h30 às 19h00, para encarregados de educação”.

- PUB -

O principal objectivo da acção, sublinha a autarquia, “é dotar os participantes de mais conhecimento prático sobre como proceder ao pagamento e marcação das refeições escolares através da plataforma SIGA (https://siga1.edubox.pt/SIGA/memberLogin.aspx)”. Até porque, justifica ainda a edilidade, a partir deste novo ano lectivo “todos os níveis de ensino terão de efectuar a marcação de refeições escolares” através da referida plataforma de gestão de educação municipal. As inscrições para participar na sessão informativa “são de carácter obrigatório e devem ser formalizadas até 7 de Setembro [amanhã]” através de preenchimento de formulário para o efeito em https://forms.office.com/r/bGqYTKVjBT.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima

Polícia Judiciária detém homem em Setúbal suspeito de dezenas de crimes de pedofilia

Suspeito aproveitou-se do facto de coabitar com a jovem de 17 anos para a sujeitar a abusos sexuais, que terão tido início quando a vítima tinha 12 anos
- PUB -