6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaMuita música nas Festas das Vindimas em Palmela

Muita música nas Festas das Vindimas em Palmela

Filarmónicas, One Vision, Bateu Matou, Maninho, Nuno Guerreiro e Rosinha e Dino D’Santiago marcam presença na vila palmelense

 

- PUB -

As Festas das Vindimas, em Palmela, apresentam, entre um leque de variados eventos, um painel musical variado e com alguns momentos que poderão ser surpreendentes.

Os espectáculos estão marcados para começar esta noite e durarem até dia seis de Setembro, no Largo São João Batista.

A abertura está a cargo de Dino D’Santiago, um dos nomes grandes da música portuguesa atual, sobre cuja presença em Palmela, apresentamos texto em separado.

- PUB -

O restante Cartaz:

Dia 2 – Banda da Sociedade Filarmónica Palmelense Loureiros + One Vision

A Banda da Sociedade Filarmónica Palmelense Loureiros irá estar em Palco com a banda tributo aos Queen, One Vision. Neste concerto a obra da banda britânica terá uma nova vestimenta musical.

- PUB -

Será decerto curioso e interessante perceber como funciona a conjugação da irreverência dos One Vision, banda formada há mais de década e meia, e seguramente a mais interessante banda tributo aos Queen, existente em Portugal, com a complexidade musical de uma banda filarmónica. O encontro será na sexta-feira, dia 2.

Dia 3 – Bateu Matou

Estão numa fase, diria de explosão mediática. Tão explosiva quanto os sons resultantes da mistura de tambores e computadores, num universo de sons contemporâneos e tradicionais.

Vo Costa (Batida, Sara Tavares), o Quim Albergaria (Paus) e o Riot (Buraka Som Sistema), músicos que formaram a banda há cerca de 4 anos. Em 2020 estreiam-se em disco, com o single “Lume”, em colaboração com Scúru Fitchádu. Lançando logo se seguida, novo single “Povo”, em parceria com Héber Marques – “Povo”.

Em 2021foi tempo de editar o primeiro álbum, “Chegou”, considerado um dos melhores discos do ano.

“BAILOU”, espetáculo criado já este ano, sob o lema “Portugal precisa de dançar”, passou pelo Festival RTP (como convidados) e anda a percorrer os palcos do país. Chegou agora vez de Palmela “precisar de dançar”.

Dia 4 – Maninho

Pois não vale a pena ligar, pode tentar, mas ele já disse que não vai atender. É o que o músico brasileiro diz no seu disco de estreia, “Pode tentar”, um dos temas de maior sucesso nas rádios nacionais nos últimos meses.

Nasceu, como referido, no Brasil há 43 anos, com o nome de Phelipe Ferreira. Está há uns anos em Portugal e como guitarrista, firmou créditos, acompanhando nomes de sucesso da música portuguesa, como Mariza, Héber Marques, DAMA, e Bárbara Bandeira, entre outros.

Agora partiu para uma experiência em nome próprio e, para já, melhor não podia ter começado. Ouve-se massivamente nas rádios e os concertos começam a surgir. Palmela terá o privilégio de dizer que foi um dos seus primeiros palcos.

Dia 5 – Banda da Soc Filarmónica Humanitária e Nuno Guerreiro

Será porventura um dos espetáculos que gerará mais expetativa, pois juntar esta banda palmelense á voz única e fabulosa de Nuno Guerreiro, só poderá resultar num grande momento musical.

Nuno Guerreiro, voz da Ala dos Namorados é uma das vozes mais marcantes e originais da música portuguesa. Temas como “Loucos de Lisboa”, “Solta-se o beijo” ou “Caçador de Sóis”, são exemplos da magia e da força da sua voz. Curiosamente este concerto realiza-se no dia em que Nuno Guerreira completa 50 anos de vida.

Dia 6 – Rosinha  

O acordeão, os óculos e os trocadilhos de cariz brejeiro são a sua imagem de marca, desde que iniciou a sua carreira há cerca de 15 anos. Outros tantos discos atestam o sucesso crescente da cantora e acordeonista. E será sem dúvida um sucesso de massas.

Todos os concertos começam às 22h30, exceto o de dia 6 (Rosinha), cujo início será às 01h00.

Opinião Musical

Comentários

- PUB -

Mais populares

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima

Polícia Judiciária detém homem em Setúbal suspeito de dezenas de crimes de pedofilia

Suspeito aproveitou-se do facto de coabitar com a jovem de 17 anos para a sujeitar a abusos sexuais, que terão tido início quando a vítima tinha 12 anos
- PUB -