12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaAdega de Palmela escolhida como parceira dos prémios AHRESP 2022

Adega de Palmela escolhida como parceira dos prémios AHRESP 2022

Evento distingue anualmente os Melhores do Ano nos sectores da Hotelaria, Restauração e Promoção Turística

 

- PUB -

A Adega de Palmela foi seleccionada para ser a marca de vinhos parceira da gala de Prémios AHRESP 2022. Este evento distingue anualmente os Melhores do Ano nos sectores da Hotelaria, Restauração e Promoção Turística em Portugal.

Ângelo Machado, presidente da Adega de Palmela e Susana Madeiras, directora comercial, concordam que esta colaboração orgulha imenso a marca, ajudando no seu crescimento. “Significa um enorme orgulho para a nossa marca, que continua a crescer e a posicionar-se junto de iniciativas que valorizam o sector da hotelaria e da restauração. Quisemos trazer para o evento não apenas o nome da Adega de Palmela como representante dos vinhos da região de Setúbal, mas também dar a conhecer a qualidade dos nossos produtos portugueses reconhecidos nacional e internacionalmente”, afirmaram.

Nesta iniciativa, que se realizou no dia 1 de Julho, a Adega de Palmela deu a degustar a sua gama de vinhos, Villa Palma DOC Palmela, uma marca exclusiva da Restauração, Reserva Tinto e Branco, Colheita Tinto, Branco e Rosé, assim como o Adega de Palmela Moscatel de Setúbal.

- PUB -

Na cerimónia, que decorreu no Pátio da Galé, Ângelo Machado esteve, ainda, em palco para entregar o prémio da categoria Entidade Formadora, atribuído à Escola Profissional de Hotelaria e Turismo de Lisboa.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -