23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaPrimos de Pinhal Novo e Setúbal lançam livro para desmontar preconceitos com...

Primos de Pinhal Novo e Setúbal lançam livro para desmontar preconceitos com deficientes

Obra infantil retrata história de vida. Ricardo Monis está preso a uma cadeira de rodas desde que nasceu. É personagem central do livro escrito com Lucas Chipenda

 

- PUB -

“Ricky” intitula o livro infantil que visa consciencializar as crianças para a necessária integração na sociedade daqueles que se debatem com qualquer tipo de deficiência. Como é o caso de Ricardo Monis, 23 anos, confinado a uma cadeira de rodas desde que nasceu, por sofrer de atrofia muscular espinhal II. É ele a personagem central da obra que escreveu em parceria com o primo Lucas Chipenda, de igual idade, que vai ser apresentada no próximo dia 26, pelas 15 horas, na Escola Secundária do Pinhal Novo.

Com chancela da Fórum Estudante, o livro, que foi lançado a 23 de Dezembro último e que conta ainda com ilustrações de Nuno Salvada, inspira-se nas vivências conjuntas dos dois primos – Ricardo, residente no Pinhal Novo, e Lucas, de Setúbal.

“Em vez de estarmos a contar as nossas histórias no meio familiar, resolvemos partilhá-las. Com o objectivo de consciencializar, de forma subtil, as crianças para este e outros tipos de casos, de deficiência. Porque todos os que vivem com condicionalismos também precisam de estar envolvidos na sociedade”, disse Ricardo Monis a O SETUBALENSE, ao explicar como surgiu a ideia do projecto literário.

- PUB -

A obra começou a ser escrita “há cerca de dois anos”, mas só recentemente foi lançada. E as restrições provocadas pela pandemia de covid-19 não foram a única condicionante a justificar a demora da apresentação da publicação. “Tivemos também alguns problemas com a ilustração. Mas depois conhecemos o Nuno Salvada, que é ilustrador, e a partir daí o processo foi rápido e o livro saiu em 23 de Dezembro passado”, revelou.

Inseparáveis desde sempre

Apesar das limitações impostas pela deficiência física, Ricardo – que frequenta o curso de Sociologia no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) – nunca desistiu de tentar desfrutar da vida como todos os outros. “Nunca me deixei ficar.” E teve, desde sempre, no ombro do primo Lucas – tatuador no Europa Tattoo Studio, em Setúbal – um apoio fundamental. Com apenas 10 dias de diferença – Ricardo nasceu a 20 de Agosto e Lucas a 30 do mesmo mês em 1998 – são inseparáveis desde pequeninos.

- PUB -

“Nunca vimos a minha deficiência como um impedimento para fazermos o que queríamos. Fazíamos tudo juntos: passear, jogar à bola, sair com os amigos à noite, ir a Lisboa ver uma convenção do ‘The Walking Dead’… Sempre que estamos juntos é uma aventura nova.” E este é o mote da obra que decidiram lançar, com o intuito de “desmontar preconceitos e perspectivas limitadoras”.

“O livro é o retrato do que nós fazíamos e adicionámos alguma dose de drama. É uma representação daquilo que foi a nossa infância, de como passávamos o tempo”, resumiu Ricardo. A estreia no mundo da literatura infantil não vai, porém, ficar limitada apenas a esta obra. “A ideia é continuarmos a publicar mais aventuras nossas, irmos lançando vários livros. Já começámos a escrever o segundo”, confessou. Data prevista para a nova publicação é que ainda não existe. Até porque “escrever para crianças não é tão fácil como possa parecer, já que obriga a uma adaptação da linguagem para os mais pequenos”, explicou, a concluir.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -